Aditivos e Masterbatches

Distribuição de Resinas: Mercado sofre com a forte penetração de resina importada por empresas oportunistas

Maria Aparecida de Sino Reto
9 de dezembro de 2013
    -(reset)+

    O esforço para melhorar o desempenho de sua empresa não esconde a preocupação com os déficits na balança comercial da indústria brasileira do plástico. Gonçalves confia a sua ponderação aos números do IBGE, segundo os quais as importações representavam 17,8% da produção industrial brasileira no início de 2007; e as exportações, 21,1% – no primeiro semestre de 2013, as importações saltaram para 24%, contra 18,2% das exportações. “A indústria brasileira está em claro processo de desindustrialização, a cada ano exportando menos manufaturados e importando mais itens”, atenta Gonçalves, ressaltando que o crescimento da Activas e o cumprimento dos números projetados no seu orçamento só aconteceram graças “ao alto nível de controle dos processos, dos custos e do nosso sistema de gestão”. Segundo informa, a empresa buscou a excelência operacional, o que gerou uma redução em tais custos.

    Há mais de 23 anos no mercado, com sua matriz e o seu maior centro de distribuição localizados em São Paulo, a Activas atua em todo o território nacional, sob as bandeiras da Braskem (todas as resinas), Unigel (PS, PC, acrílico), Basf (ABS), Bayer (ABS) e Kraton (elastômeros). Possui uma equipe de representantes comerciais para todo o país e cinco centros de distribuição em pontos considerados estratégicos: Pernambuco, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. “Com muito esforço, preservamos e mantivemos todos os centros de distribuição em todo o território nacional e mantivemos a capacidade de operação”, diz o diretor.

    Ele também comenta sobre uma novidade introduzida em seu portfólio neste ano: o lançamento do agente de purga da Chem-Trend. Gonçalves atribui uma alta performance ao produto, sinônimo de redução nos custos de produção de seus usuários. “Seu eficiente efeito de limpeza contribui com a vida útil e a manutenção das máquinas dos clientes, evitando o desperdício e melhorando a eficácia de produção”, garante.

    Plástico Moderno, Mason lamenta a forte disputa de material importado e revenda

    Mason lamenta a forte disputa de material importado e revenda

    Empate – O ano também foi bem complicado para a Fortymil, com o seu desempenho no primeiro semestre deste ano semelhante ao de 2012, tanto em volume como em faturamento. “Janeiro foi bom, mas os outros meses difíceis” testemunha o diretor Ricardo Mason, sem esperanças de mudanças no quadro até o final do ano. “O consumo está represado e há muita disputa de material importado e revenda.” Além disso, as margens espremidas não comportam assumir aumentos de preços e o repasse na ponta da cadeia também anda muito difícil, segundo ele.

    Outra questão lembrada pelo diretor da Fortymil é a do ICMS. Ele reclama que a alíquota de 4% (nas operações interestaduais com bens e mercadorias importados) abriu novamente espaço para empresas informais e “deu asas à criatividade fiscal brasileira”, referindo-se à atuação de empresas inidôneas.

    Defendendo-se como pode, Mason aposta em alguns nichos de mercado que preferem a resina nacional, como embalagens para a indústria farmacêutica; e clientes que valorizam a constância de produto e a pronta-entrega.

    Distribuidora oficial de toda a linha de resinas da Braskem, e poliestireno, ABS e SAN da Innova, a Fortymil supre a Região Sudeste brasileira. A empresa possui dois centros de distribuição, um em Itatiba-SP e outro em Duque de Caxias-RJ. Os últimos investimentos aplicados na empresa por Mason fortaleceram a sua frota e as áreas de tecnologia de informação, sistema e pessoal.

    A passos de tartaruga – Também com os negócios devagar neste ano, o gerente geral da Entec, Osvaldo Cruz, engrossa a lista dos queixosos. “Não houve crescimento, o desempenho está muito parecido com o do ano passado”, informa ele, que aponta a intervenção do governo na economia como uma das principais razões para os negócios andarem em câmera lenta. “Interfere na demanda, nos negócios, em tudo; a volatilidade da política do governo causa insegurança no mercado; falta definição de regras, criando instabilidade no negócio privado”, critica Cruz.

    Plástico Moderno, Demanda doméstica pp, pes: canais de venda

    Demanda doméstica pp, pes: canais de venda

    O forte da empresa são as áreas de embalagens, particularmente para cosméticos e alimentos, mercados que ajudaram a sustentar as vendas. A Entec também atua com plásticos de engenharia, mas o desempenho das especialidades, segundo Cruz, não compensou a baixa nas commodities. Ele diz que há muita oferta de produto e os negócios se mantêm com dificuldades, apesar da demanda estável, porém com resultados financeiros negativos.

    Cruz endossa a opinião de Mason com respeito à alíquota de 4% para o ICMS e também em relação ao aumento dos preços das resinas. “Reanimou a informalidade; os atravessadores manipulam o ICMS. Importam com 4%, vendem dentro do estado com 18%, e sonegam o imposto”, denuncia. Quanto aos preços, Cruz afirma que a subida a partir de maio afetou o capital de giro das empresas de transformação, que não conseguem repassar as altas, refletindo em vendas reduzidas na distribuição. “Cria dificuldades para nossos clientes, que acabam não mantendo o ritmo nas compras.”

    Sem condições, por ora, de novos investimentos, a Entec mantém sua estrutura: armazéns terceirizados na capital paulista, em São José dos Pinhais-PR, em Itajaí-SC e em Novo Hamburgo-RS. É distribuidora oficial da Dow (polietilenos, elastômeros, resinas e produtos para fios e cabos), da Ticona (todos os polímeros), Rhodia (poliamida), DSM (poliamida), Styron (compostos de polipropileno), Eastman (PETG e copoliéster) e Styrolution (ABS). Segundo informa Cruz, a Eastman entrou para o portfólio da Entec no início deste ano, e mais recentemente a Styrolution.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *