Matérias Primas

Demanda segue firme no Nordeste – Masterbatch

Antonio Carlos Santomauro
28 de agosto de 2020
    -(reset)+

    Plástico Moderno -

    “Junho foi um mês excelente para nossos negócios, registramos um crescimento de 11%, relativamente ao mesmo mês de 2019”, afirma Clayton Rodrigues, gerente comercial da Procolor Nordeste. “A pandemia afetou duramente alguns setores, mas ampliou a demanda de outros”, acrescenta.

    Com a pandemia, especifica Rodrigues, caiu bastante no Nordeste brasileiro a comercialização de masterbatches destinados às indústrias de móveis, utilidades domésticas e brinquedos, e para a construção civil. Aumentaram, porém, as vendas para artigos médicos e hospitalares, e para embalagens de alimentos de produtos de higiene e limpeza. “Também cresceu a produção de tampas injetadas para bebidas”, destaca Rodrigues.

    Agora, ele relata, mesmo os setores mais negativamente afetados estão reativando sua demanda; com isso, a operação da Procolor Nordeste registrará este ano um volume de negócios superior ao de 2019. E Rodrigues visualiza, nessa região, um bom potencial de expansão dos negócios com masterbatches destinados aos usuários de resinas recicladas (para os quais há aditivos dessecantes, entre outros). “Já se usam resinas recicladas aqui no Nordeste em aplicações como móveis e frascos de produtos de limpeza. Mas esse uso poderia ser maior”, pondera.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *