Embalagens

Cosméticos e medicamentos ampliam o uso dos plásticos – Embalagem

Antonio Carlos Santomauro
8 de maio de 2018
    -(reset)+

    Plástico Moderno, Laminado multicamadas da Albéa melhora proteção e apresentação

    Laminado multicamadas da Albéa melhora proteção e apresentação

    A Incom produz também embalagens para maquiagem – normalmente feitas de ABS, PCTA ou SAN, resinas que lhes conferem alto brilho e resistência mecânica elevada –, potes e dispensadores geralmente feitos com acrílicos ou SAN. “Nos últimos três anos lançamos cerca de quarenta novos produtos standard. Um deles, um frasco de 30 ml para cremes, que proporciona maior size impression (dá a impressão de um frasco maior)”, realça Andréia. “Também lançamos tampas suspensas para perfumaria fina – nas quais parte da válvula fica à mostra – e um frasco para batom líquido”, complementa.

    Plástico Moderno, Plásticos permitem inovar nos formatos e cores

    Plásticos permitem inovar nos formatos e cores

    Por sua vez, a Frascomar produz potes, frascos e tampas em diversos formatos e tamanhos (de PE, PP ou PET), utilizados em maior escala no âmbito do mercado da beleza e da higiene, para acondicionar produtos para cabelos. No segmento dos produtos capilares, relata Gilson Bellucci, diretor comercial da Frascomar, a maior demanda atualmente se dirige aos produtos de PE, vindo a seguir o PP e o PET. “O PE, por suas características físico-químicas, pode ser usado em vários produtos, enquanto o PP confere mais brilho e translucidez, e o PET mais transparência e resistência ao drop test (teste de queda)”, explica.

    De acordo com Bellucci, mais que reduzir os níveis de consumo, as recentes dificuldades da economia brasileira geraram migração dos consumidores em direção a produtos mais baratos. “Isso pode ter algum impacto em nosso mercado, por exemplo, pela unificação das cores das embalagens e pela maior demanda por frascos cilíndricos, cujo processo de sopro é um pouco mais econômico”, conta o diretor da Frascomar.

    Plástico Moderno, Assunta: polímeros já brigam pelas embalagens de alto luxo

    Assunta: polímeros já brigam pelas embalagens de alto luxo

    Diferenciais e possibilidades – Além de proporcionar redução de custos de produção e logísticos, o plástico dispõe de outros apelos na disputa da primazia nas embalagens de produtos de higiene pessoal e beleza. Ao final das contas, ele não enferruja nem quebra, proporciona barreira a trocas gasosas – quando pigmentado, protege também contra a luz –, possibilita vários formatos e cores, e dispõe de uma indústria ampla e diversificada. “Com os plásticos, é possível atender à esmagadora maioria das necessidades das embalagens dessa indústria”, ressalta Assunta Camila, diretora da instituição de ensino e pesquisa Instituto de Embalagens.

    O vidro, ela observa, nesse mercado está hoje restrito ao nicho do glamour e do luxo. E mesmo nesse caso, as resinas ganham espaço: “A Victoria’s Secret (sofisticada marca de perfumes e cosméticos) tem perfumes com embalagens feitas de plásticos”, especifica Assunta. O plástico permite formatos a cada dia mais inovadores, como apontam, entre outras embalagens recentemente colocadas no mercado, um frasco feito de PP com coloração em tons degradé; outro, dessa vez de PET, com textura similar à de um favo; e um terceiro, também de PET, na forma de uma folha da planta aloé (produzidos, respectivamente, para as marcas Dove, Tio Nacho e Holika Holika).

    Formatos de embalagens usuais em outros mercados também buscam ingressar na indústria de cosméticos. É o caso dos stand up pouches, muito usados no mercado de alimentos, mas que já embalam produtos como hidratantes e sabonetes líquidos da linha da Sou, para a qual a fabricante Natura divulga diferenciais de sustentabilidade e redução de desperdícios decorrentes de fatores como o uso de 70% menos plástico (em comparação com embalagens rígidas de mesmo volume) e a possibilidade de utilização do produto “até a última gota”.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *