Máquinas e Equipamentos

Brasilplast 2011 – Periféricos – Sistemas propõem mais eficiência

Rose de Moraes
2 de junho de 2011
    -(reset)+

    O novo chiller IHM touchscreen tem sua construção especialmente dimensionada para trabalhar com o refrigerante R-410A, considerado atualmente o mais amigável ao meio ambiente.

    Outra inovação apresentada pela empresa é o estabilizador de temperatura ETZ, especialmente concebido para processos mais críticos de injeção, quando as variações de temperatura não podem ultrapassar um grau C e que também atua como um pressurizador (booster). O novo desenvolvimento partiu da observação de que nem sempre as redes de água gelada que atendem as linhas de injetoras e sopradoras se mostram perfeitamente adequadas para suprir os processos que exigem alta vazão e temperatura e pressão estáveis, ocasionando oscilações indesejáveis. Said explicou que isso costuma ocorrer em operações com moldes multicavidades ou nas injeções de ciclo rápido nas quais a diferença entre a temperatura de entrada e de saída do molde deve ser inferior a 2ºC, e também quando estão em operação várias injetoras, com o risco de a última delas ficar sem água, situação que será solucionada pelo novo estabilizador, que evita o efeito dessas variações, propiciando o fornecimento de água gelada com alta vazão.

    Serpentinas de inox – Se os problemas das torres de resfriamento com circuito fechado, utilizadas principalmente para o resfriamento dos trocadores de calor de unidades hidráulicas, eram as serpentinas de cobre, sujeitas a incrustações, a Körper trouxe uma nova solução, ao lançar na feira periférico construído com serpentinas de aço inoxidável de alta resistência mecânica e química.

    Outras novidades apresentadas por esse fabricante foram unidades de água gelada remodeladas para operar com refrigerantes considerados ecológicos, como o 410 A, da Dupont, e novos controladores de temperatura.

    Com capacidade de resfriamento de água desde 3.000 kcal/hora até 500.000 kcal/hora, condensação a ar ou a água, ajuste de temperatura desde 5ºC até 25ºC, as unidades de água gelada dispõem de controle eletrônico microprocessado, compressores Scroll e permitem o diagnóstico das operações e de eventuais falhas por controle eletrônico.

    Já os termorreguladores, com gabinetes, tubulações e bombas de aço inoxidável, são capazes de exercer controle na faixa de temperatura entre 10ºC e 90ºC e agregam sistema de limpeza de moldes por ar comprimido.

    Plástico Moderno, Brasilplast 2011 - Periféricos - Sistemas propõem mais eficiência

    Incrementar as trocas térmicas foi o objetivo do novo projeto desenvolvido pela Wittmann-Battenfeld em termorreguladores. O novo modelo Direct 120 permite aumentar a vazão do líquido refrigerante para a faixa entre 200 litros até 280 litros por minuto e, com isso, mantém a temperatura de trabalho do molde com maior flexibilidade.

    A parceria entre a Tecnos e a Frigel, que resultou na FrigelTecnos, também deverá beneficiar o setor, permitindo maior facilidade de acesso a inovações, como ao sistema Ecodry, que promove o resfriamento integrado aos processos individuais de refrigeração (Microgel) e de aquecimento (TurboGel, termorregulador de processo de alto rendimento), localizados ao lado das máquinas principais, sejam injetoras, sopradoras e/ou extrusoras.

    Assim, de acordo com a concepção do sistema Ecodry, é possível obter mínimo custo operacional e controlar a temperatura e a vazão individualmente, e contar com parâmetros ajustáveis de controle de temperatura de cada molde.

    Outra recente inovação destacada pela empresa incidiu sobre o aeroresfriador adiabático de líquidos em circuito fechado Tecnodry EDK, que, ao incorporar um novo sistema adiabático, permite ao resfriador operar sob várias condições climáticas. O equipamento é apresentado como alternativa aos sistemas tradicionais de resfriamento, como resfriadores e torres evaporativas.

    O princípio de funcionamento consiste na entrada em operação de forma automática do sistema adiabático nas horas mais críticas, quando se observa aumento de temperatura ambiente, com a finalidade de pré-resfriar o ar na entrada do equipamento. Dessa forma, o sistema permitirá que haja um mínimo de evaporação de água, eliminando o risco de depósito de calcários na face do trocador. O equipamento conta com a câmara adiabática patenteada mundialmente pela Frigel, com uma inovação na disposição dos filtros umidificadores que assegura alta umidade relativa do ar que passa pelo trocador de calor e otimiza a eficiência do aeroresfriador.

    Nacionalizações à vista – Depois da Europa e da China, o Brasil será a terceira região a sediar novos projetos de fabricação local de desumidificadores para PET da italiana Plastic Systems, graças à joint-venture firmada com o grupo nacional Tecnos, sediado em Limeira-SP.

    No rol das líderes globais na fabricação de periféricos, segundo a Tecnos, reconhecida no mundo todo por suas parcerias, especialmente com a Husky (fabricante de máquinas para PET), a Plastic Systems encontrou parceiro no Brasil para a implementação de novo acordo que prevê expansões na área fabril e nas linhas de produtos da Tecnos, com vistas a dar início a novas produções locais de periféricos já a partir de 2012.

    Entre as tecnologias mais recentes da Plastic Systems estão os desumidificadores compactos da série DAC com duas torres de secagem, que operam alternadamente para tratar polímeros higroscópicos. São oferecidos em quatro modelos, desde 6 até 100 dm3, para produções até 25 kg/hora, atendendo às faixas de pequenas a médias produções.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *