Brasilplast 2011 – O que há para ver na feira

INTERMARKETING BRASIL

Empresa de representação, a expositora estará divulgando diversos equipamentos e matérias-primas. Da Macro Engineering, do Canadá, cujas atividades são voltadas para sistemas de coextrusão, serão apresentadas uma máquina de extrusão plana (cast) de sete, nove e 11 camadas (aplicação para alta e média barreira); uma sopradora para sete e nove camadas (aplicação para alta e média barreira); a nova linha de extrusora para filme cast – CPP (aplicação para cinco e sete camadas); e a nova linha de extrusora para filme stretch – nanolayer (até 32 camadas). Divulgará, ainda, as seguintes linhas da Macro Engineering: Double Bubble, composta de PA (para tripas monocamadas “casing”); PA e EVOH para estrutura de sete camadas (para tripas e carnes frescas); PVDC monocamada para tripa salsicha retort; para aplicações de sacos encolhíveis tipo shrink de até sete camadas; e linha cast especial para PVB (aplicação em vidros laminados), para EVA (aplicação em painéis solares). Da Erema, austríaca, será apresentada a linha TVE Plus para reciclagem de materiais, que oferece alta capacidade de filtragem devido à redução de cisalhamento e funciona com degasagem tripla, realizada com sistema compactador Erema. O equipamento conta com o sistema Ecosave, para reduzir em até 10% o consumo de energia; pode acoplar opcionais como o disco duplo, viabilizando o processamento de materiais com até 12% de umidade, e o módulo air flush, para melhorar a secagem e aumentar a produção em kg/h, com menor consumo de quilowatt/h. Ainda da Erema, será divulgada a divisão Vacurema Sistemas bottle to bottle nas opções básica, advanced e prime, que funciona com até dez pontos de aumento de IV, em processo contínuo e por batelada, oferecendo maior eficácia de limpeza do flake. O equipamento opera com nível de AA (acetaldeído) em pellets menor do que em PPP e possibilita a obtenção de menor custo de conversão do flake ao pellet BTB cristalizado, com IV idêntico ao virgem (entre 0,25 – 0,29 Kwh/Kg). Possui aprovação para contato direto com alimento pela US FDA (categorias C-H+J Áustria, Canadá, Brasil (Anvisa), Argentina, Uruguai, Paraguai, podendo ser utilizado em indústrias de alimentos e bebidas. Da Elecster, da Finlândia, serão divulgados equipamentos para produção de pouches assépticos flexíveis de alta barreira para leite longa vida. A empresa fornece desde esterilizadores (por raios ultravioleta e peróxido de hidrogênio) e envasadoras assépticas, até equipamentos automáticos auxiliares de embalagem. Alta precisão no nível de enchimento. A Welex, americana, fabricante de equipamentos de extrusão de alto rendimento para a fabricação de chapas plásticas, marcará presença com o foco em extrusoras, coextrusoras, bombas de engrenagem, sistemas de corte e acessórios para automatização de processo, incluindo sistemas com microprocessadores de última geração, banhos antiestáticos, sistemas de resfriamento e peletizadores, entre outros, além de sua linha Welex Mark I (com rosca de 30 mm a 90 mm), indicada para ampla variedade de produtos, e a versão Mark III de extrusoras de alto desempenho, dotadas de roscas de 65 mm a 250 mm, desenvolvidas para variadas aplicações. Todas as extrusoras e coextrusoras da Welex são fornecidas com feedblock modular. A Wilmington Machinery, dos Estados Unidos, colocará à disposição dos visitantes máquinas de sopro contínuo para produção máxima de 800 frascos de 60 ml por minuto e injetoras de peças de plásticos estruturais para grandes volumes. Já a GN Thermoforming Equipment, canadense, dará destaque à sua nova série de termoformadoras com diversas combinações de área de termoformagem. As máquinas são equipadas com um sistema mais compacto de movimentação do laminado, por meio de dois servomotores, e incorporam um sistema de aquecimento por infravermelho de 60 zonas regenerativo para conservação de energia, além de uma estação de manuseio do produto final por robô. Também de  design inovador, a GN vai apresentar a série DX com sistema Dual Mould, dotada de duas estações de termoformagem capazes de atingir 35 ciclos por minuto. O equipamento é indicado para a produção de banheiras, porta-ovos, embalagens de iogurte e sorvetes, tampas e outras diversas aplicações. Esta série inclui estação de empilhamento robotizada e diagnóstico de defeito contínuo via internet. A série TM, também da GN, é compacta, versátil, econômica e vem equipada com seu próprio sistema de empilhamento, ideal para a produção de tampas, potes e outros pequenos recipientes. Opera com molde de peso reduzido, o que diminui o tempo de set-up e, dependendo do material processado, a produção horária pode alcançar 24.000 peças/hora. A Irwin Research & Development, dos Estados Unidos, especializada em desenvolver equipamentos de termoformagem específica para produção de copos, bandejas e embalagens sólidas e expandidas em PP, PS (rígido e expandido), CPET (rígido e expandido) e PET, divulgará nove modelos de termoformadoras, granuladores e equipamentos auxiliares, além da prestação de serviços de construção de moldes.

O expositor representa, ainda, diversas empresas japonesas na área de insumos, como o grupo Kuraray, do Japão, reconhecido por suas resinas de EVOH (marca Eval), de altíssima resistência química aos solventes mais agressivos, além de barreira a aromas e sabores. A empresa japonesa oferece contato direto com seu centro de pesquisas nos Estados Unidos, com sugestões de estruturas para atender às necessidades específicas dos clientes. O fabricante destaca o seu EVOH em aplicações como pouches e chapas termoformadas. Outras novidades ficam por conta do filme para laminação, desenvolvido para tampas de bandejas termoformadas e pouches que serão submetidos a processos de esterilização de 120ºC por uma hora; de linha especial para alto índice de orientabilidade para produção de sacos encolhíveis e linhas de BOPP; e linha especial com modificador de impacto para embalagens destinadas a produtos perigosos que precisam resistir a testes de impacto sob temperatura de -18ºC. A família se completa com resinas de purga (ETC 103) e auxiliadora de processo para reciclados de estruturas multicamadas (GF30), esta última com ação química e mecânica que homogeneíza, evita incrustações e estabiliza termicamente, evitando pontos de degradação. O grupo Kuraray ainda constará da exposição com linhas de polióis poliéster de base 3-Methyl-1,5-Pentanediol, de vários pesos moleculares; filamentos de poliéster aromático; e borrachas termoplásticas estirênicas, entre outros produtos.

Página anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37Próxima página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios