Máquinas e Equipamentos

Brasilplast 2011 – Moldes – Presença de ferramenteiros é escassa

Jose Paulo Sant Anna
2 de junho de 2011
    -(reset)+

    Fabricante de porta-moldes e outros componentes, a Tecnoserv, de Diadema-SP, também representa no Brasil várias fornecedoras de produtos para ferramentaria. Uma parceria internacional foi a grande novidade apresentada na exposição. A empresa passa a comercializar no Brasil os acessórios da alemã Strack-Normalien. O acordo, firmado durante a realização da feira K, em Düsseldorf, no ano passado, permite a entrada no mercado de mais de 80 mil itens, como puxadores, gavetas, buchas e colunas. “Outra marca bem-sucedida por aqui é a das câmaras quentes Mastip, da Nova Zelândia”, informou o diretor técnico Wilson Teixeira. Os manifolds das câmaras podem ser produzidos no Brasil, conforme o caso.

    Plástico Moderno, Brasilplast 2011 - Moldes - Presença de ferramenteiros é escassa

    De acordo com Teixeira, a Brasilplast sempre proporciona boas perspectivas de negócios. Ainda mais no atual momento, favorável para as empresas do ramo. Alguns fatores colaboram com o otimismo. Em primeiro lugar, a desilusão de muitos transformadores com a qualidade dos moldes importados da China. O aumento de imposto dos moldes importados também ajuda. “O ano de 2011 está prometendo bastante”, avaliou.

    A Três-S aproveitou a feira para fazer um anúncio. A empresa com sede em Guarulhos-SP passa a representar no mercado brasileiro a Volastic, fabricante de câmaras quentes tailandesa. No mercado há mais de meio século, a Três-S se tornou conhecida como fornecedora de molas, punções, pinos extratores, buchas e dezenas de outros produtos. Há seis anos passou a fabricar também porta-moldes. “Agora vamos oferecer uma linha completa de acessórios para os nossos clientes”, diz o gerente comercial Claudir Sandro Mori.

    Multinacionais – As principais multinacionais fabricantes de componentes para matrizes presentes no mercado brasileiro contaram com estandes bastante movimentados na exposição do Anhembi. Uma delas foi a MoldMasters. A empresa oferece câmaras quentes, controladores de temperatura e porta-moldes especiais, com dimensões fora das especificações de outros fabricantes de porta-moldes. De origem canadense, conta com escritório próprio de representação no Brasil há dez anos. Por aqui, monta controladores de temperatura e fabrica placas das câmaras quentes. Os bicos, resistências e manifolds são feitos na matriz, no Canadá.

    De acordo com o gerente geral Robson Gaspar, o destaque da empresa na Brasilplast foi o lançamento de produtos voltados para a transformação de pré-formas de embalagens de PET. Trata-se da linha denominada MPET, formada por sistemas de câmaras quentes e controladores de temperatura. “São produtos com características diferentes dos voltados para os moldes comuns. Estão no mercado mundial há seis meses”, revelou. Gaspar elogia o bom momento da economia. “O mercado está muito bom, temos planos de crescer 30% este ano”, disse.

    Plástico Moderno, Brasilplast 2011 - Moldes - Presença de ferramenteiros é escassa

    Com sede nos Estados Unidos, a Incoe mantém no Brasil escritório próprio com departamentos de engenharia, montagem, vendas e suporte técnico. Quando o cliente solicita, a multinacional mantém parceria com terceiros para a usinagem das placas voltadas para acondicionar manifolds, chamadas hothalfs. Essa solicitação é rara, em geral a ferramentaria faz esse serviço internamente. O pedido só ocorre se ela estiver com sua capacidade ociosa comprometida.

    Michael Rollmann, gerente geral da empresa no Brasil, destaca entre os produtos apresentados na feira o novo controlador sequencial por tempo, voltado para o controle de aberturas e fechamentos dos bicos presentes em sistemas valvulados. Os sistemas valvulados são indicados para peças nas quais existam mais de um ponto de injeção. O controle pode ser feito por curso ou tempo. “O lançamento é mundial”, destacou.

    A empresa também mostrou a linha de câmaras quentes DF, um dos seus sucessos no mercado nacional. O produto acaba de ganhar novos ponteiros e controles de temperatura. “O mercado está aquecido, mas esperava um movimento maior na Brasilplast, acho que o pessoal está com muito trabalho e não veio visitar a feira no número que pensávamos”, avaliou o gerente.

    A canadense Husky é uma das principais participantes do mercado de câmaras quentes e controladores de temperatura. Com sede no Brasil em Jundiaí-SP, também fornece equipamentos completos para os sistemas de transformação de peças para a área médica e transformação de embalagens de PET e tampas. Na área de ferramentaria, a principal novidade da empresa foi a aquisição da austríaca KTW, empresa com excelência na confecção de matrizes voltadas para o mercado de tampas. Com a compra, sua linha de produtos se torna mais completa.

    A HDB comercializa no Brasil produtos de vários fornecedores internacionais de equipamentos e componentes diversos. Uma de suas representadas é a alemã Hasco, com quem mantém acordo há três anos. A empresa alemã oferece mais de 60 mil itens para moldes, entre eles câmaras quentes e controladores de temperatura.

    De acordo com Luís Antonio Pavezzi, gerente geral da HDB, a Hasco produz componentes mais sofisticados do que a média dos oferecidos pela concorrência. Por aqui, a maioria dos clientes é composta pelos interessados em trabalhar no regime de tecnologia top, muitos deles multinacionais clientes da empresa alemã no exterior. “O nicho em que mais atuamos no mercado nacional é o de pinos e buchas com tolerância muito justa”, disse. Ao participar da feira, uma das prioridades da empresa foi a de tornar a marca mais popular. “Vamos divulgar as vantagens de se investir em componentes com maior relação custo/benefício”, informou.

    Matéria-prima – Fornecedores de matérias-primas para a confecção de moldes também estiveram presentes. A Villares Metals, com sede em Sumaré-SP, maior fabricante da América Latina de aços especiais não planos de alta liga, apresentou seu novo produto, o aço inoxidável Vimcor. De acordo com a empresa, o produto possui alta usinabilidade em operações como furação profunda e excelente soldabilidade e estabilidade dimensional.

    O Vimcor é indicado para aplicações em produtos como câmaras quentes, porta-moldes e outras peças de matrizes de injeção que operam em ambientes de elevada umidade. É oferecido em formato redondo, quadrado, retangular ou em outras dimensões, sob consulta.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *