Plástico

Benefícios do uso de canal quente com Resinas Ionoméricas SURLYN

Plastico Moderno
5 de outubro de 2020
    -(reset)+

    Plástico Moderno - Artigo Técnico - Benefícios do uso de canal quente com Resinas Ionoméricas SURLYN em peças decorativas ©QD Foto: Divulgação

    Artigo Técnico – Benefícios do uso de canal quente com Resinas Ionoméricas SURLYN em peças decorativas

    Uma tampa de perfume é uma peça decorativa e sua aparência quase perfeita depende, em grande parte, de seu processamento e do design adequado das ferramentas utilizadas, cuja localização e design do ponto de injeção, que alimenta as cavidades do molde, são fundamentais. (figura 1)

    Uma ferramenta importante para facilitar o processo de moldagem e alimentação do fundido de resinas ionoméricas Surlyn (marca registrada da Dow) ao molde é um canal quente que, como o nome indica, serve para manter um perfil térmico na massa para fluir adequadamente ao longo do canal que alimenta o ponto de injeção. É um conjunto de componentes aquecidos, usados em moldes de injeção plástica, que alimentam o plástico fundido nas cavidades do molde. Por outro lado, um canal frio é simplesmente um canal formado entre as duas metades do molde, com o objetivo de levar o plástico do bico da máquina de moldagem por injeção até as cavidades.

    Plástico Moderno - Artigo Técnico - Benefícios do uso de canal quente com Resinas Ionoméricas SURLYN em peças decorativas ©QD Foto: Divulgação

    No caso das tampas de perfume, devido aos seus altos padrões de qualidade, recomenda-se o uso de um canal combinado ou misto, ou seja, um sistema de canal quente com um pequeno galho de canal frio ao final do fluxo para cada duas cavidades, o que permite que pequenos defeitos causados pelo canal quente permaneçam no canal frio e não na peça. Os dois defeitos mais comuns são: marca de canal quente ao redor do ponto de injeção (pequeno círculo ao redor do ponto) e formação de fio de resina quente.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *