Economia

Aditivos adicionam qualidade e valor às resinas recicladas

Antonio Carlos Santomauro
17 de junho de 2020
    -(reset)+

    Aditivo prevê ciclo posterior 

    Estimular o uso de aditivos para reciclagem já nos produtos que deverão ser reciclados, essa é uma das propostas hoje enfatizadas pela Dow, que busca torná-la realidade oferecendo a fabricantes de embalagens produtos de sua linha Retain, dedicada a compatibilizar o PE com resinas como poliamidas e EVOH, utilizadas como barreiras em embalagens multicamadas.

    Os aditivos Retain, ressalta Nicolas Mazzola, gerente de pesquisa e desenvolvimento da Dow, podem ser utilizados em embalagens de produtos alimentícios. É vantajoso inseri-los já na transformação inicial, e não na reciclagem, porque os fabricantes de embalagens têm informações muito mais exatas sobre as quantidades das diferentes resinas, e podem dosar a aditivação com maior exatidão. “E o reciclador precisará trabalhar esse material como se fosse apenas polietileno”, ressalta Mazzola.

    Segundo ele, cinco marcas já testam no Brasil o uso de aditivos Retain em suas embalagens; em outros países, eles já estão presentes em embalagens de alimentos, entre elas, uma embalagem de granola, e também de produtos de limpeza que necessitam proteger aromas: por exemplo, sachês de sabão para máquina de lavar.

    Mas, por qual razão os fabricantes de embalagens se interessarão por algo que agregará mais um custo a seus produtos? “Os grandes proprietários de marcas hoje têm compromissos globais de sustentabilidade, que entre outros itens inclui a reciclagem de suas embalagens”, responde Mazzola.

    A Dow disponibiliza outras linhas de compatibilizantes, além da Retain. Uma delas, a linha Fusabond, que assim como essa também compatibiliza resinas polares e não polares, porém é mais utilizada em resíduos industriais, pois não tem certificação para uso em embalagens de alimentos. Outra, a linha Elvaloy PTW, é indicada para compatibilização de PET e poliolefinas (especialmente PE). A empresa fornece ainda modificadores de impacto para PE e PP (respectivamente, nas linhas Engage e Versify).



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *