ABIMAQ e SEBRAE firmam Convênio de Cooperação Técnica e Financeira para Máquinas e Equipamentos

Indústria Plástica

Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) e o Sebrae decidiram unir sua atuação nacional de grande capilaridade no segmento industrial e firmaram convênio de cooperação técnica e financeira.

Com o acordo, as duas instituições planejam desenvolver uma série de ações voltadas para as micro e pequenas empresas nas duas pontas do setor de bens de capital: a do fabricante e a do usuário.

Entre as iniciativas, está a construção de um ambiente virtual compartilhado de acesso restrito a esses públicos, a qualificação de recursos humanos e estratégias geográficas, com base na abrangência nacional da Abimaq e do sistema Sebrae.

O projeto demandará recursos de R$ 2,77 milhões das duas instituições e prevê duração de dois anos, informou o presidente da Abimaq, Newton de Mello.

Na opinião dele, sua execução permitirá um melhor posicionamento das mais de 2.500 empresas de pequeno porte da indústria de máquinas e equipamentos do País, responsáveis por 70% do setor.

Para o Sebrae, o acordo abrirá portas aos pequenos empreendedores.

Entre os benefícios, deve propiciar oficinas tecnológicas hoje promovidas pela Abimaq para arranjos produtivos apoiados pelo Sebrae. “É mais um esforço que fazemos para levar inovação e mais produtividade às micro e pequenas empresas”, comemorou o presidente da instituição, Paulo Okamoto.

Além de novos conteúdos, o ambiente tecnológico virtual contará com a ampliação do Datamaq, banco de dados da Abimaq que reúne 3.500 empresas e 398 mil equipamentos registrados, que terá seu sistema de busca reforçado, permitindo múltiplos cruzamentos de informações sobre fabricantes, tipos de equipamentos, regiões, segmentos de atuação etc.

Além disso, outros 15 subsetores serão adicionados aos 39 atuais (devem ser incluídos cosmética, jóias e bijuterias, couros e calçados e outros).

O pequeno empreendedor ainda contará com mais opções no serviço da Abimaq “Instalações para Pequenos Negócios”, que identifica as soluções e os equipamentos necessários para a montagem de um pequeno empreendimento. A Associação pretende incluir novos tipos de negócios de grande demanda aos já 289 disponíveis.

Outra iniciativa da Abimaq vai capacitar os gestores do Sebrae na metodologia de suas Clínicas de Gestão, que auxiliam o industrial em problemas pontuais de processos relativos à modernização.

A metodologia consiste no desenvolvimento de treinamentos práticos, que ganharão a capilaridade do Sebrae no País.

A intenção é de implantar, de início, três projetos pilotos em regiões selecionadas de acordo com o interesse dos parceiros, entre as nove sedes da Abimaq no País e os Arranjos Produtivos Locais (APLs) do Sebrae.

O projeto prevê, ainda, o desenvolvimento de estudos de mercado de quatro segmentos.

O Sebrae vislumbra potencializar o número de consultas ao setor em 5% no primeiro ano e 8% no segundo.

A Abimaq espera conhecer melhor as necessidades das micro e pequenas empresas e direcionar produtos para satisfazê-las, entre outros resultados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios