Economia

A importância do associativismo como motor de transformação do setor e da sociedade – SIMPEP

Plastico Moderno
18 de novembro de 2020
    -(reset)+

    Plástico Moderno - A importância do associativismo como motor de transformação do setor e da sociedade - SIMPEP ©QD Foto: iStockPhoto

    A pandemia vem transformando não apenas a sociedade, mas também empresas, sindicatos, federações e associações empresariais que passaram a assumir um novo perfil de liderança, ultrapassando a esfera privada na defesa dos interesses do setor para atuar em parceria com governos e entidades assistenciais na proteção de vidas.

    Refundados na arena de transformações que a pandemia do novo coronavírus impôs, os valores emergentes do novo associativismo passam por visão mais alargada de solidariedade, cidadania e representatividade, impactando diretamente na vida e no bem estar das pessoas. No segmento do plástico, são inúmeros os exemplos de inciativas que espelham esta tendência.

    A campanha Plástico Salva, realizada pelo Simpep – Sindicato da Indústria de Material Plástico no Estado do Paraná, que mobilizou diversas indústrias e fornecedores da cadeia de valor do plástico para alcançar a meta imposta de doação de 50 mil protetores faciais (face shields) aos profissionais de saúde que atuam diretamente na linha de frente ao combate contra a Covid-19 no estado é um exemplo deste novo caminho do associativismo.

    A ação solidária, que até o momento já beneficiou entidades da área de saúde e mais de 15 municípios do Paraná, incluindo Curitiba e Região Metropolitana, além da região Oeste do estado, vem protegendo vidas com a distribuição de máscaras-escudo em hospitais públicos, unidades básicas de saúde ou de pronto atendimento que atendem prioritariamente pessoas com suspeita de infecção por Covid-19.

    Por meio desta ação, o Simpep assumiu um protagonismo importante no combate da doença no Paraná, reforçando o compromisso do setor para com a coletividade. Esta é uma prova de que as entidades de classe, especialmente as patronais, estão alargando seus horizontes para acompanhar o novo momento de pandemia, que demanda um ambiente institucional mais ativo do ponto de vista social, como também mais forte e participativo na defesa do setor.

    Vale lembrar que hoje o segmento de transformação e reciclagem do plástico é representado nacionalmente por cerca de 12 mil empresas que fazem parte da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast). São indústrias que precisam cada vez de um órgão forte e atuante, capaz de ampliar o diálogo com instâncias superiores no poder executivo, legislativo e órgãos reguladores, nacionais e estaduais, na defesa dos nossos interesses, especialmente agora na esteira das adaptações impostas pela pandemia.

    Neste momento, de profundas transformações, torna-se primordial fortalecer o associativismo como também a reconstrução da imagem do plástico. Somos ao todo 23 sindicatos estaduais no Brasil, que atuam regionalmente, junto à Abiplast, defendendo a importância da indústria de transformação e reciclagem de plástico.

    Plástico Moderno - A importância do associativismo como motor de transformação do setor e da sociedade - SIMPEP ©QD Foto: iStockPhoto

    Dirceu Galléas, presidente do Simpep e diretor da Macroplastic

    Somos o motor de aceleração e desenvolvimento tecnológico de diversos outros segmentos, participando da cadeia de valor de praticamente todas as demais atividades econômicas, e estando presentes nas mais distintas soluções da vida cotidiana e dos negócios da população.

    Nunca antes se fez tão necessário destacar a importância do plástico e seus benefícios de proteção à saúde, como também os avanços sistemáticos das indústrias do setor em prol da sustentabilidade e da Economia Circular, que requerem a conscientização e participação da sociedade como um todo.

    Os sindicatos, portanto, são hoje os alicerces desta nova era, apoiando as indústrias a superar, com mais agilidade e eficiência, os desafios atuais e os que virão pós-Covid-19, como também marcadamente representando um canal de aproximação dos diversos segmentos industriais com a sociedade.

    Este novo modelo requer para além da atuação pontual, restrita a temas específicos de cada segmento de mercado, uma ampla visão social e estratégica e de longo prazo. Portanto, vale lembrar que quem “caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado, com certeza vai mais longe”.

    Dirceu Galléas, presidente do Simpep e diretor da Macroplastic

    Plástico Moderno - A importância do associativismo como motor de transformação do setor e da sociedade - SIMPEP ©QD Foto: iStockPhoto

    Simpep

    O SIMPEP – Sindicato da Indústria de Material Plástico no Estado do Paraná – foi criado em 1976 e encontrou no associativismo uma forma organizada de lutar pelos direitos do setor de transformação.
    Passados 35 anos, o SIMPEP continua defendendo os interesses de seus associados. O setor de transformação do plástico conta com 940 empresas no Paraná, contribuindo decisivamente com a economia do estado, dando oportunidade de emprego para 24.500 pessoas, o que confirma a grandeza desse segmento.
    O SIMPEP se destaca pelas ações que identificam as necessidades dos empresários e pelas lutas para fortalecer e incentivar o crescimento de todas as empresas ligadas ao setor plástico.
    Mais informações: https://simpep.com.br/



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *