Ferramentaria Moderna

3D: Usuários confirmam as vantagens da tecnologia

Jose Paulo Sant Anna
22 de agosto de 2016
    -(reset)+

    Plástico Moderno, Protótipo de chuveiro gerado em uma impressora 3D

    Protótipo de chuveiro gerado em uma impressora 3D

    Empresas ligadas ao segmento do plástico de diferentes ramos da economia adotaram a tecnologia de impressão 3D para desenvolver produtos e são unânimes em apontar a estratégia como acertada. Entre elas se encontra a Duratex, fabricante dos produtos com a marca Hydra, entre outras linhas de produção. “Cerca de 80% a 90% de alguns de nossos produtos, como chuveiros, duchas e torneiras são feitos em plástico. A maior parte das peças é feita com diferentes grades de PP, mas também usamos ABS, náilon e poliacetal”, informa Gabriel Beltrame, coordenador de P&D da Hydra-Corona.

    Plástico Moderno, Beltrame: desenvolvimento de produtos ganhou velocidade

    Beltrame: desenvolvimento de produtos ganhou velocidade

    Por participar de um mercado competitivo, o desenvolvimento faz parte do dia a dia da empresa. A atividade exige avaliação constante de protótipos das peças a serem utilizadas nos produtos finais. “Com os protótipos, realizamos vários testes importantes, temos ideia bem precisa do funcionamento da peça”.

    No passado, a construção desses protótipos era uma tarefa terceirizada. “Muitas vezes tínhamos urgência, mas todo o processo, da escolha do fornecedor até recebermos a peça pronta, era tarefa que durava pelo menos vinte dias, muitas vezes mais de um mês”, conta. Com a aquisição da máquina, concretizada há dois anos, o tempo necessário para essa operação caiu drasticamente. “Hoje conseguimos fazer um protótipo de um dia para o outro”.

    Fundada em 1949, a MarGirius é fabrica controles elétricos e eletrônicos. Disponibiliza mais de 11 mil opções de produtos que atendem desde as pequenas lojas de material elétrico até grandes indústrias de produtos eletroeletrônicos. “Somos especializados em produtos customizados, como interruptores, usados em eletrodomésticos de linha branca, linha marrom, eletrodomésticos”, informa Pedro Juan Martin, encarregado para o desenvolvimento de produtos e ferramentas.

    Plástico Moderno, Martin: retrabalho em matrizes caiu 80% com protótipos em 3D

    Martin: retrabalho em matrizes caiu 80% com protótipos em 3D

    Tamanho número de itens exige agilidade no processo de lançamento de projetos. “No passado fazíamos os protótipos em centros de usinagem, o que era demorado e caro. Há 2,5 anos investimos na compra de uma máquina e ganhamos muita agilidade”, informa. Martin ressalta outro aspecto. “Os retrabalhos que fazemos nas matrizes para a produção das peças caiu 80%”.

    A Nitronplast, há trinta anos no mercado, fabrica utilidades domésticas em plásticos. Oferece ao mercado mais de 200 itens, como potes, utensílios, caixas organizadoras e outros. A empresa utiliza tecnologia de impressão 3D desde 2013. “Utilizamos a tecnologia para reproduzir o produto pretendido, tirando dúvidas em relação a tamanho, estética e outros aspectos”, informa Alex de Souza, designer e projetista.

    No passado, esse serviço era realizado a partir de modelamento. “Apareciam erros difíceis de serem previstos”. Hoje, com protótipos com características idênticas às do produto final em mãos, a empresa confere possíveis problemas de funcionamento ou estética dos produtos, evitando futuras modificações no ferramental. “Estamos muito satisfeitos por ter adquirido o equipamento, foi um ótimo investimento pela relação custo/beneficio”.

    A impressão 3D também faz sucesso junto aos fornecedores de matrizes. A Moltec, fabricante de moldes de injeção e sopro de alto desempenho para embalagens plásticas, pertence a este time. “Estamos entre os pioneiros, adquirimos uma impressora 3D há cerca de dez anos. Nossa ideia foi a de oferecer algo a mais para os clientes”, informa Bruno Chagas.

    Plástico Moderno, Suporte de lâmpadas customizado

    Suporte de lâmpadas customizado

    Por contar com uma máquina já um tanto antiga, conforme o caso, a empresa contrata fornecedores para realizar os serviços de impressão. A ferramentaria, em um projeto feito em parceria com uma empresa alemã, também já utilizou a tecnologia com bons resultados para confeccionar cavidades de moldes voltadas para a produção de um lote pequeno de peças.


    Página 1 de 212

    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *