Máquinas e Equipamentos

3 de setembro de 2015

Sopradoras: Caixa d’água entra no sopro

Mais artigos por »
Publicado por: Jose Paulo Sant Anna
+(reset)-
Compartilhe esta página

     

    Uma novidade agitou o mercado do sopro neste ano. Em maio, a Mexichem Brasil lançou no mercado a nova série de caixas d’água de polietileno produzidas por esse processo de transformação. Com a marca Amanco, os produtos tem tecnologia inédita na América Latina e a implantação da linha de produção exigiu investimentos da ordem de R$ 20 milhões.

    A empresa prefere guardar segredo sobre alguns detalhes do projeto. Informa que o equipamento adotado possui a mais alta tecnologia do segmento e foi importado da Europa. Operadores e engenheiros brasileiros da empresa foram treinados por técnicos da fabricante para operar a máquina. Eles irão multiplicar o conhecimento para que mais profissionais atuem na produção da nova linha de reservatórios.

    Plástico Moderno, Harger: mercado local justifica investimento

    Harger: mercado local justifica investimento

    A decisão de realizar o investimento se deu em virtude da expansão do setor imobiliário e da necessidade cada vez maior do uso racional da água. Além disso, no modelo de abastecimento no Brasil, toda residência, nova ou antiga, tem pelo menos um reservatório para receber e armazenar a água potável da rede pública. “Com a crise hídrica, a tendência é que o consumidor se preocupe cada vez mais com o armazenamento de água e a segurança de mantê-la bem conservada”, afirma o presidente da Mexichem Brasil, Maurício Harger.

    A nova linha de caixas d’água atenderá todo o mercado predial, incluindo residências e estabelecimentos comerciais. Ela contará com modelos de capacidades de 310, 500 e 1.000 litros. Entre os diferenciais, destaque para a tripla camada, que ajuda a impedir a entrada de raios solares, minimizando o risco de proliferação de algas, e para a camada interna branca, que facilita a visibilidade na limpeza e conservação da água armazenada. Além disso, devido ao processo produtivo, as caixas possuem as camadas distribuídas uniformemente e maior controle na fabricação, o que traz mais resistência. O fechamento exclusivo por trava proporciona segurança.



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *