Máquinas e Equipamentos

24 de dezembro de 2007

Robótica – Usuários aprovam investimento

Mais artigos por »
Publicado por: Jose Paulo Sant Anna
+(reset)-
Compartilhe esta página

    Alguns transformadores estão obtendo resultados tão positivos com o uso de robôs que não adquirem mais máquinas injetoras sem o sistema de automação. É o caso da Sulbras, empresa coligada à Indústria de Matrizes Belga. Fundada em 1984, em Caxias do Sul-RS, hoje conta com uma planta também em de Sapucaia do Sul-RS e em janeiro de 2008 planeja inaugurar uma fábrica em Salto-SP.

    A empresa possui 60 injetoras, de 50 toneladas até 1.100 toneladas de força de fechamento, e produz peças para a indústria automobilística, de linha branca e informática. Gilberto Martinelli, gerente da unidade de Salto, explica que os índices de automação vêm crescendo nos últimos anos. “Hoje, a maioria das injetoras que operam na Sulbras contam com robôs”, informa.

    Plástico Moderno, Gilberto Martinelli, gerente da unidade de Salto, Robótica - Usuários aprovam investimento

    Martinelli: resultados justificam a aquisição

    O exemplo mais claro da preferência da Sulbras se encontra na fábrica a ser inaugurada no Estado de São Paulo, onde 100% das máquinas são dotadas com robôs. A unidade, que na prática já está em operação, atualmente conta com dez injetoras instaladas. O número deve crescer para 25 quando ela estiver totalmente pronta, o que pode ocorrer dentro dos próximos meses, de acordo com a evolução das encomendas dos clientes.

    Para Martinelli, a repetibilidade e a eficiência oferecidas pelos robôs às linhas de produção se casam perfeitamente com a necessidade da transformadora, produtora exclusiva de peças técnicas. “Os resultados que estamos obtendo têm justificado os investimentos realizados”, diz.

    Para ele, os robôs atuam bem tanto nos casos das injetoras dedicadas à produção de uma única peça, como nos de produção diversificada. “A adaptação no caso da troca de moldes é rápida e fácil”, informa. Ele também ressalta a importância da instalação de outros periféricos que garantam a total automação das operações como forma de garantir a qualidade dos produtos fabricados.

    A escolha da marca dos equipamentos adquiridos pela Sulbras depende das características das peças a serem produzidas e das condições de preço oferecidas pelos fornecedores. Das dez máquinas instaladas na planta de Salto, três são fornecidas pela Dal Maschio e sete pela Wittmann.

    Outra empresa que adotou como filosofia privilegiar a automação é a Shneider Electric. Multinacional francesa fundada em 1836, hoje com mais de 200 fábricas presentes em 130 países, apresentou faturamento anual de 13,7 bilhões de euros em 2006. No Brasil, ela atua há 60 anos.

    Plástico Moderno, Sergio Vasconcellos Lima, diretor geral da linha de produtos Prime, Robótica - Usuários aprovam investimento

    Lima: robôs melhoram qualidade da produção

    Especializada em produtos e serviços para distribuição elétrica, controle e automação, a Shneider trabalha com importantes marcas internacionais no Brasil: Merlin Gerin, Square D, Telemecanique e Prime. Para a marca Prime, de produtos de baixa tensão para uso residencial e predial, mantém uma linha de produção composta por 13 máquinas injetoras, com de 65 a 200 toneladas de força de fechamento.

    “Em 1999 começamos a trabalhar com robôs. Hoje, cinco injetoras de nossa planta já contam com o equipamento e todas as máquinas que viermos a comprar de agora em diante estarão equipadas com eles”, diz Sergio Vasconcellos Lima, diretor geral da linha de produtos Prime.

    De acordo com Lima, a opção se deve ao fato de a empresa atuar dentro de exigentes parâmetros de excelência. “Temos de trabalhar com qualidade, eficiência e rendimento comparável ao das outras fábricas que a empresa mantém em todo o mundo e os robôs melhoram o rendimento das linhas de produção”, ressalta.

     

    Leia a reportagem principal:



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *