Ferramentaria Moderna

13 de maio de 2008

Prototipagem – Transformadores apontam vantagens do uso de protótipos no dia-a-dia

Mais artigos por »
Publicado por: Jose Paulo Sant Anna
+(reset)-
Compartilhe esta página
    Plástico Moderno, Paulo Afonso Rodi, gerente do centro tecnológico da Plásticos Mueller, Prototipagem - Transformadores apontam vantagens do uso de protótipos no dia-a-dia

    Rodi: recurso válido para testar se a peça atende às expectativas

    Representantes da indústria de transformação e de ferramentarias atestam as vantagens de ter à disposição protótipos na hora de desenvolver uma peça. “Não é sempre que fazemos protótipos, mas é um recurso muito válido, especialmente para testar a funcionalidade de determinadas peças”, informa Paulo Afonso Rodi, gerente do centro tecnológico da Plásticos Mueller. A empresa é uma das transformadoras brasileiras especializadas em injeção mais conhecidas do mercado. Ela conta com três fábricas no país e mais de 160 máquinas injetoras, desde 25 t até 30 mil t de força de fechamento.

    Para exemplificar, Rodi cita duas peças produzidas em sua empresa e usadas no motor de um automóvel que se encontra no mercado. As peças contam com sistema de encaixe que permite que elas sejam acopladas quando em funcionamento. “Pelo projeto, o sistema de acoplamento parecia perfeito. Quando estivemos com os protótipos nas mãos verificamos que o acoplamento não estava firme do jeito que esperávamos, tivemos que fazer uma pequena correção no design das peças”, conta.

    O técnico explica que para cada caso escolhe um tipo diferenciado de protótipo, que, quando necessário, é confeccionado em material com características as mais próximas possíveis da resina que será utilizada na fabricação da peça. “Às vezes, precisamos de um protótipo de plástico transparente, para que possamos fazer uma análise visual da funcionalidade da peça. Em outros casos, é útil contar com um pequeno lote de protótipos, para que todos os envolvidos no projeto possam fazer análises simultâneas”, exemplifica.

    Plástico Moderno, Prototipagem - Transformadores apontam vantagens do uso de protótipos no dia-a-dia

    Peça da Mueller teve design de acoplamento corrigido

    A Mueller terceiriza a produção de protótipos. “O investimento necessário para a aquisição de uma máquina é muito alto em relação ao número de protótipos que necessitamos”, diz Rodi. A empresa, no entanto, se preocupa cada vez mais em investir no desenvolvimento de tecnologia voltada para a transformação. “Acreditamos que essa é uma forma de nos diferenciar da concorrência”, explica. Por isso, a aquisição de uma máquina de impressão tridimensional pode se tornar realidade dentro de algum tempo. “A máquina poderia nos ajudar a desenvolver o design de peças que projetamos por conta própria para procurar atender às necessidades de nossos clientes”, revela Rodi.

    Sopro – Uma das maiores transformadoras mundiais de sopro, a multinacional Amcor PET Packaging mantém oito unidades de produção de embalagens no Brasil, quatro instaladas dentro das fábricas de clientes e quatro independentes – uma delas a maior do gênero instalada no Hemisfério Sul. Com clientes de renome, entre eles Coca-Cola, Kraft Foods, Helmmann’s e Unilever, a empresa se vale com freqüência da prototipagem.

    Plástico Moderno, Rodolfo Salles, gerente de engenharia e desenvolvimento, Prototipagem - Transformadores apontam vantagens do uso de protótipos no dia-a-dia

    Salles: número de amostras varia conforme o caso

    “Usamos protótipos sempre que temos alguma incerteza sobre o desempenho da embalagem, quando queremos avaliar o design, a resistência e o processo de fabricação da peça”, informa Rodolfo Salles, gerente de engenharia e desenvolvimento. A Amcor também avalia caso a caso suas necessidades, até chegar às técnicas mais adequadas de construção do protótipo. Conforme a necessidade, pode fazer um número de amostras variado, desde 100 ou 150 até a alguns milhares de unidades. De acordo com o gerente, uma amostra de 2 mil peças, por exemplo, é muito útil para testes de transporte. O uso de protótipos é bastante indicado no caso das embalagens, para que os profissionais façam avaliações estéticas do projeto.

    Um dos trunfos da multinacional é contar com estrutura de porte. A empresa possui um centro de tecnologia, instalado em Michigan (EUA), com equipamentos de prototipagem de elevada tecnologia.

    Diferencial – Para as ferramentarias, possuir equipamentos de prototipagem rápida é um diferencial. Afinal, transformar o projeto em CAD de uma peça em um modelo sólido em questão de poucas horas é uma arma eficaz para impressionar os clientes. “Por refletir com bastante fidelidade o produto, o protótipo é extremamente útil para estudar o design final e prever possíveis problemas”, afirma Nelson Gonçalves, gerente de projetos e desenvolvimento da Moltec, nome bastante tradicional no ramo. A empresa está no mercado desde 1971, tem um time de 300 colaboradores e produz moldes para injeção e sopro voltados para a área de embalagens.

    Para Gonçalves, as vantagens convenceram a empresa a investir na compra de um modelo de impressora tridimensional da Z Corp. “A máquina tem um custo razoável e o substrato utilizado para fazer as peças não é caro. O mais difícil é criar o modelo matemático dos projetos”, avalia. O gerente informa que são feitos protótipos de 70% dos moldes fabricados pela Moltec. “Em 90% dos casos, os protótipos ajudam os profissionais de marketing dos clientes a avaliar a estética da peça”, diz.

    Para o gerente da Moltec, no caso do sopro, os protótipos são mais úteis para o desenvolvimento técnico dos moldes do que no da injeção. “Por vezes, eles não podem ser produzidos no equipamento de prototipagem rápida, em especial quando queremos fazer um modelo de acrílico”, ressalta. Nesse caso, a empresa se utiliza de outros recursos, entre os quais sua estrutura de equipamentos de usinagem.

     

    Leia a reportagem principal:



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *