Borracha

7 de maio de 2014

Prévia Expobor 2014: Encontro da borracha promete atrair visitação superior ao evento passado

Mais artigos por »
Publicado por: Maria Aparecida de Sino Reto
+(reset)-
Compartilhe esta página
    Plástico Moderno, Exposição anterior atraiu perto de 10 mil visitantes

    Exposição anterior atraiu perto de 10 mil visitantes

    Única feira representativa da indústria da borracha na América Latina, a 11a Expobor – Feira Internacional de Tecnologia, Máquinas e Artefatos de Borracha acontece de 23 a 25 de abril, no pavilhão do Expo Center Norte, em São Paulo. O evento, de periodicidade bienal, prevê superar a visitação registrada na edição anterior, que alcançou a marca de 10 mil pessoas.

    Plástico Moderno, Prévia Expobor 2014: Encontro da borracha promete atrair visitação superior ao evento passadoOcupando uma área de 16 mil m2, a exposição abriga cerca de 120 expositores, atuantes nos setores de artefatos, automação, centros de pesquisa, equipamentos de laboratório, moldes e ferramentaria, máquinas, sistemas de energia, tecnologia de produção e reciclagem, entre outros.

    Segundo informa o presidente da Francal Feiras, promotora do evento, em todas as edições da Expobor o número de participantes varia entre 120 e 130, é estável nessa faixa. “Este é o tamanho da feira, representada pelas empresas mais importantes da indústria da borracha, tanto do produto acabado quanto dos fornecedores de matérias-primas, insumos e equipamentos”, diz Abdala Jamil Abdala. A Francal ainda ressalta a presença de compradores internacionais. A última edição contou com a participação de 24 países.

    Por conta do fato de a realização de muitos negócios ocorrerem meses após a exposição, como resultado dos contatos efetuados durante ela, a promotora prefere não fazer previsões de geração de negócios para nenhuma de suas feiras. “Não temos com exatidão os números de negócios de cada empresa”, explica Abdala.

    Ele frisa que a mostra representa para o setor o seu grande momento de encontro, a cada dois anos, envolvendo toda a cadeia da borracha. “Esta edição, como as anteriores, apresenta as novas tecnologias que contribuem para o desenvolvimento dos processos da indústria da borracha, e promove o encontro entre diferentes elos da cadeia produtiva para troca de ideias e o estabelecimento de novas parcerias.”

    Plástico Moderno, Abdala: o evento impulsiona o desenvolvimento da indústria

    Abdala: o evento impulsiona o desenvolvimento da indústria

    No ano passado, o faturamento bruto nominal do setor atingiu algo em torno de US$ 2,82 bilhões, segundo informações do diretor-executivo da Associação Brasileira da Indústria de Artefatos de Borracha – Abiarb, Ademar Queiroz do Valle. O montante ficou pouco acima dos valores de 2012, de US$ 2,7 bilhões. Só a indústria automotiva responde por mais da metade do consumo do setor. “Em 2014 poderemos ter um crescimento nominal de 8% a 9% que, descontada a inflação, restará de 2 a 3% de aumento real”, ele estima.

    O Congresso Brasileiro de Tecnologia da Borracha, em sua 15a edição, ocorre em paralelo, enriquecendo a Expobor com a apresentação e discussão de ideias que pretendem contribuir para o desenvolvimento tecnológico do setor, em uma iniciativa da Associação Brasileira de Tecnologia da Borracha (ABTB). A programação técnica paralela à feira ainda contempla a borracha natural. Nos dias 23 e 24 discutem-se os temas matérias-primas e componentes; avanços na tecnologia da borracha; máquinas e equipamentos para processamento de borracha; instrumentação e métodos para controle de qualidade; produtos acabados/aplicações; elastômeros termoplásticos (TPE, TPV e TPO) e reciclagem. O dia 25 concentra assuntos específicos da cadeia produtiva da borracha natural, debatidos no 7o Encontro Anual da Borracha Natural.

    Alguns dos avanços tecnológicos divulgados no Congresso se encontram na feira, como atesta André Mautone, diretor da ABTB e membro da Comissão Técnica do Congresso. “Inúmeras inovações tecnológicas podem ser conferidas na feira”, diz. Entre as novidades, ele menciona plastificantes da Lanxess com melhor afinidade à sílica; sílicas de alta dispersão da Solvay; desenvolvimento da Nitriflex para aplicação de látex de NBR carboxilado para luvas cirúrgicas; negros de fumo da Birla que reduzem a resistência ao rolamento. Os presentes ainda podem conferir avanços na análise preditiva de integridade e durabilidade em compostos de borracha, efetuados pela Pirelli; sistema híbrido da Lord de adesivos para borracha. Desenvolvimentos de Universidades também se destacam no espaço, como a aplicação de nanocompósitos em revestimento interno de pneus; e borracha epoxidada como alternativa de silanização.


    Página 1 de 41234

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *