Borracha

25 de outubro de 2016

Plástico Brasil – perguntas e respostas

Mais artigos por »
Publicado por: Plastico Moderno
+(reset)-
Compartilhe esta página

    10065_728x90

    1) Quais fatores têm levado cada vez mais empresas a optarem por participar da Plástico Brasil?
    O sucesso da Plástico Brasil se deve ao fato de que a feira está trazendo novas propostas ao mercado. Por ser uma iniciativa da Abimaq e Abiquim, com diversos outros parceiros nacionais e internacionais, o evento está focado no desenvolvimento das indústrias do plástico e da borracha e no fortalecimento de toda a cadeia. Além disso, num período de economia em lento aquecimento, as empresas precisam investir em ações e ideias diferentes. E com essa mesma prerrogativa, a Plástico Brasil está trabalhando para trazer aos expositores novos mercados, novos clientes. Além disso, a feira conta com o melhor pavilhão de exposições da América Latina, o São Paulo Expo, que hoje recebe as principais feiras e eventos do país. São mais de 4,5 mil vagas de estacionamento cobertas, climatização em todo o pavilhão, além de facilidades como a proximidade com metrô, com o aeroporto de Congonhas, e com o Rodoanel, que liga São Paulo ao restante do Brasil e a grande rede hoteleira próximos ao pavilhão.

     

    2) Recentemente, a Plástico Brasil recebeu apoio da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e de outras federações estaduais. Na prática, o que este apoio representa para expositores e visitantes?
    A Plástico Brasil conta atualmente com 57 apoios do Brasil e do exterior, e esse número vai aumentando a cada dia. Entre as entidades que hoje apoiam a feira, estão a Fiesp e outras 5 federações estaduais, além da CNI, que é a Confederação Nacional da Indústria. Todo esse apoio é refletido na feira tanto no mix de expositores, quanto em visitantes. Dentro da Fiesp e das demais federações estão os principais sindicatos e empresas ligadas não apenas ao segmento de transformação do plástico e da borracha, mas também de outros segmentos que têm interesse direto no setor, como a indústria automotiva, da construção civil, de alimentos e bebidas, e de dezenas de outros mercados. Todos os apoios são extremamente relevantes porque é com a base de cada apoiador que levaremos novos visitantes compradores para a feira.

     

    3) A Plástico Brasil é a única feira brasileira a contar com o apoio da EUROMAP (associação dos fabricantes europeus de máquinas para a indústria do plástico e borracha), bem como de entidades do setor no México, Colômbia, Argentina e outros países. De que forma essa “internacionalização” da feira é benéfica para expositores e visitantes?
    A internacionalização é uma das principais metas da feira. O objetivo da Plástico Brasil é o de estar entre as 5 maiores feiras do segmento e, para isso, não poderíamos deixar de ampliar nossa atuação para outros mercados desde a primeira edição. Desta forma, o trabalho internacional já nasce de forma séria e correta junto com o DNA da feira. É por isso que buscamos o apoio da Euromap, que é a principal entidade do segmento no mundo, englobando empresas dos países líderes do segmento, como Alemanha e Itália, e a Plástico Brasil é a única feira na América Latina que tem esse apoio. Nos Estados Unidos, temos o apoio da SPI (Society of the Plastic Industry), que conta com as mais detalhadas pesquisas e estudos da indústria do plástico, além dos principais transformadores da América. Nos países latinos, temos um trabalho muito forte no México, Colômbia e Argentina. Além de participarmos das três feiras do segmento desses países, também alinhamos parcerias e apoios de cooperação mútua entre as entidades representativas de toda a América Latina.

     

    4) Por conta destes apoios e da quantidade de expositores internacionais já confirmados, é correto concluir que não existe qualquer tipo de restrição à participação de empresas de fora do país ou mesmo importadores?
    A participação de expositores internacionais é muito valorizada na Plástico Brasil. Abimaq e Abiquim estão, inclusive, trabalhando neste sentido, com o contato direto com empresas que atuam globalmente e com as principais entidades do segmento no mundo. Não é a toa que nomes importantes já confirmaram sua presença, como a Gneuss (Alemanha), BMB (Itália), Sunwell Global (Estados Unidos), entre várias outras. Outro ponto relevante e que fortalece esse posicionamento internacional é a presença dos nossos consultores internacionais na Europa e USA.

     

    5) Você acredita que a data de realização da Plástico Brasil, em março, vai coincidir com o momento de recuperação da economia e que este fator tende a potencializar a realização de negócios durante o evento?
    Certamente o período de realização da Plástico Brasil vai ajudar a impulsionar muito as vendas das indústrias do plástico e da borracha. Diversas ações do governo e programas de incentivo que estão sendo implementadas nos últimos meses terão seus resultados mais visíveis a partir do primeiro trimestre de 2017, quando acontece a feira. A indústria, hoje com demanda reprimida, certamente vai explorar a feira para suprir suas necessidades em termos de tecnologia, soluções e insumos.

     

    6) A exemplo de outras feiras da Informa Exhibitions, a Plástico Brasil é pioneira em manter um canal de conteúdo, com infográficos, webséries, artigos e notícias sobre o setor. De que forma essa moderna ferramenta contribuiu para o relacionamento com o mercado?
    O Mundo do Plástico, o canal de conteúdo da Plástico Brasil, é mais uma das iniciativas da Informa com o objetivo de impulsionar a relação entre visitantes e expositores. O objetivo é o de ampliar os resultados que a feira oferece em seus cinco dias de realização para os 365 dias por ano. Um setor mais informado vai sempre buscar melhores soluções e, com isso, toda a cadeia da feira também ganha.

    _ew_8284

    Liliane Bortoluci
    Show Director | Global Exhibitions

     

     



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *