Notícias

8 de março de 2011

Notícias – Veículo é premiado ao trocar aço por PP com fibra de vidro

Mais artigos por »
Publicado por: Maria Aparecida de Sino Reto
+(reset)-
Compartilhe esta página

    A resina de polipropileno reforçada com fibras longas (marca Stamax) da Sabic Innovative Plastics, caracterizada em especial por baixo peso e elevado desempenho mecânico, contribuiu para que a Hyundai-Kia Motors fosse contemplada com o Prêmio de Inovação 2010 da Society of Plastics Engineers (SPE – Sociedade dos Engenheiros de Materiais Plásticos), no início de novembro.

    Plástico Moderno, Notícias - Veículo é premiado ao trocar aço por PP com fibra de vidro

    Plástico reduziu peso do carro em cerca de 2 quilos

    O prêmio foi concedido ao módulo de porta de plástico do Hyundai Sonata 2011, na categoria Componente de Chassi. A resina Stamax substituiu o aço nos quatros painéis da porta, oferecendo baixo peso, elevado desempenho mecânico, redução de custos e design mais arrojado.

    A aplicação contém um trilho-guia de janela integrado e empregou a resina reforçada com 30% de fibra de vidro para substituir o aço em todos os quatro painéis da porta. A opção pelo plástico resultou em uma diminuição do peso total do veículo em aproximadamente dois quilos e permitiu a integração em uma única peça moldada por injeção de 21 componentes.

    As resinas da linha Stamax possibilitam aplicações automotivas semiestruturais, combinando leveza e integração funcional, como módulos aparentes, suportes dos painéis de instrumentos, guardas traseiras e sistemas de assento. De acordo com o fabricante, os grades reforçados com fibras longas fornecem mais resistência a impactos, maior rigidez e melhor estabilidade dimensional, em comparação às resinas de PP com fibras de vidro curtas.

    A linha Stamax constitui uma das mais novas do portfólio da Sabic, que vislumbra um forte potencial no setor automotivo. A ponto de planejar expandir a capacidade de sua unidade produtiva nos Estados Unidos. Segundo o fabricante, a peça premiada consistiu na primeira experiência com a resina, que assegurou desempenho tão elevado como o do aço, com vantagens de redução de peso e custo.

     

    Companhia alemã investe em produtos para a área hospitalar

    A Basf anuncia o lançamento de três produtos de duas classes de material em seu portfólio de plásticos especiais para tecnologia médica. Na linha de polioximetileno, ou poliacetal (POM), a empresa incorporou dois novos grades: o Ultraform N2320 003 PRO e o Ultraform H4320 PRO. A outra novidade fica por conta do Ultradur B4520 PRO, o primeiro polibutileno tereftalato (PBT) da empresa, agora melhorado para as aplicações em tecnologia hospitalar.

    O Ultraform N2320 003 PRO constitui um novo grade de injeção com alta viscosidade, apropriado para a produção de componentes finos e com exigências de força mecânica. Por sua resistência ao impacto e dureza, o produto é indicado na produção de elementos como partes funcionais de aplicadores de insulina, bombas de asma e outros aparelhos.

    O novo Ultraform H4320 PRO, ao contrário, foi desenhado especificamente para ser processado por extrusão, em velocidades relativamente altas de ejeção. Possui viscosidade mais elevada que o Ultraform N e tem mais resistência ao impacto, enquanto apresenta alto grau de dureza e força, além de ter alta estabilidade térmica. As principais aplicações são conectores de plug, cabos de instrumentos cirúrgicos e outros componentes feitos de partes semiacabadas.

    Com o Ultradur B4520 PRO, a Basf sai no mercado com o seu primeiro PBT de injeção para aplicação em tecnologia médica. Esse novo grade combina a estabilidade dimensional da resina com um comportamento de encolhimento otimizado, em acordo com os rígidos padrões de exatidão dimensional dos componentes de peças médicas. Segundo o fabricante, esse material também assegura absorção mínima de água e confere alta resistência química, facilidade de impressão e esterilização iônica com radiação (gama) ou óxido de etileno.

    O uso desses lançamentos possibilita, ainda, sinergias adicionais, como na fabricação de aplicadores de insulina com propriedades excelentes de fricção. Neles, o Ultraform PRO oferece baixa fricção entre as partes individuais enquanto o Ultradur PRO evita os ruídos durante o uso, pela sua elevada capacidade de deslizamento.

    Investimentos – A alemã Basf cogita a possibilidade de produzir no país em escala global ácido acrílico, acrilato de butila e polímeros superabsorventes (SAP). As definições referentes às futuras fábricas serão concluídas até o final do ano, quando um estudo de viabilidade sobre as possibilidades técnicas, comerciais e econômicas da operação ficará pronto. Essa iniciativa faz parte de um plano da companhia de investir em mercados em ascensão na América do Sul, sobretudo no Brasil.

    A empresa produz acrilato de butila no país, mas não há fábricas de ácido acrílico ou polímeros superabsorventes na América do Sul. Por isso, se o projeto sair do papel, a empresa será a primeira produtora desses dois insumos na região. Para garantir a competitividade dos investimentos, a Basf e a petroquímica Braskem assinaram um Memorando de Entendimento (Memorandum of Understanding – MoU). A ideia é definir as condições do fornecimento de longo prazo para o propeno e soda – ambos usados como matéria-prima  para a produção de ácido acrílico –, e dos serviços básicos oferecidos pela petroquímica.

    O ácido acrílico é um importante produto na cadeia de valor dos superabsorventes, componentes ativos de fraldas de bebês e outros produtos de higiene. Enquanto o éster acrílico, que é um derivado do ácido acrílico, faz parte da produção de tintas decorativas e matérias-primas para adesivos e químicos utilizados na indústria da construção civil. Já os acrilatos de butila e poliacrilatos estão presentes no detergente em pó e no tratamento de água industrial. O ácido acrílico possui larga utilização no setor de mineração.  M. A. S. R.



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *