Notícias

23 de fevereiro de 2010

Notícias – Sabic certifica termoplástico para mercado de fios e cabos

Mais artigos por »
Publicado por: Marcio Azevedo
+(reset)-
Compartilhe esta página
    Plástico Moderno, Notícias - Sabic certifica termoplástico para mercado de fios e cabos

    Polímero foi desenvolvido para produtos com alto desempenho

    A Sabic Innovative Plastics obteve sucesso na certificação de alguns grades de sua resina Noryl flexível (uma blenda de poli-óxido de fenileno, PPO, e poliestireno, PS) para a utilização em cabos de alimentação AC, segundo os padrões 62 TPE 90C e 105C, da Underwriters Laboratories – responsável pelos famosos padrões UL de retardância à chama. A empresa afirma que o material é um dos primeiros termoplásticos livres de halogênio a serem empregados nesse tipo de aplicação.

    Criado com o intuito de ajudar clientes do segmento de fios e cabos na consecução de metas de sustentabilidade e na obtenção de produtos diferenciados com alto desempenho, o polímero está disponível em três grades que se destacam pelas propriedades de retardância e pela alta qualidade de acabamento superficial, aliados à flexibilidade e em conformidade com regulamentações ambientais globais.

    As pressões por atitudes ambientalmente responsáveis, na visão da Sabic, são intensas na indústria de produtos elétricos e eletrônicos por conta de fabricantes de equipamentos originais (OEMs, na sigla em inglês), que exigem dos fabricantes de cabos de alimentação AC produtos com requisitos técnicos mais elevados, ao mesmo tempo em que ampliam suas restrições a materiais como o PVC, ftalatos e halogênios.

    Sucesso no Oriente – A Sabic Innovative Plastics está trabalhando em parceria com clientes para obter também a certificação dos novos grades segundo o padrão VDE HD 21.14, vigente na União Europeia, e já atingiu o êxito na aprovação dos termoplásticos no mercado japonês, uma vez que os novos graus do Noryl flexível são compatíveis com a regulação local acerca de dispositivos elétricos e segurança de materiais, comumente denominada Den-An-Ho. A I-Sheng, uma produtora de fios e cabos oriunda da pequena ilha de Taiwan, tem comercializado a resina com resistência a chamas com sucesso no Japão há algum tempo; e, com base nessa experiência exitosa, espera repetir o bom resultado no mercado norte-americano. Para o vice-presidente-executivo da I-Sheng, Bob Wang, os grades criados pela petroquímica saudita oferecem vantagens competitivas em diversos segmentos do mercado de fios e cabos, o que ajuda a empresa a oferecer a seus clientes a solução para as demandas por sustentabilidade vindas dos OEMs.

    Outra taiwanesa, a Foxconn, também reserva comentários positivos para as novas resinas com retardância à chama. Fornecedora de artigos para os setores de computação, comunicação e eletrônicos de consumo, a empresa utiliza a blenda de PPO e PS há tempos em cabos USB e fios de conexão, e se diz “impressionada com o sólido desempenho antichama sem halogênio” proporcionado pelo material, nas palavras do vice-presidente sênior do grupo Foxconn, Caesar Chen.

    Os grades possuem dureza Shore A de 79, 85 e 91, e se destinam, respectivamente, à produção de revestimentos de cabos NISPE, SVE e SJE; cabos SPE e cabos de alimentação AC.

    Mais comemoração – Além da boa receptividade do Noryl flexível no mercado do Extremo Oriente, a Sabic Innovative Plastics também está festejando a conquista de prêmios concedidos a algumas de suas aplicações automotivas pela Society of Plastic Engineers (a Sociedade de Engenheiros de Plásticos, conhecida pela sigla SPE). As honrarias foram obtidas por ocasião do Programa de Premiação Automotiva de 2009, em Livonia, nos Estados Unidos.

    Plástico Moderno, Notícias - Sabic certifica termoplástico para mercado de fios e cabos

    Iluminação com LEDs da soleira do Ford ganhou prêmio

    Quatro aplicações galgaram o posto mais alto do pódio, arrebatando até o prestigioso prêmio Hall da Fama, e outras quatro chegaram às finalíssimas. Entre as aplicações vencedoras, apareceram os para-lamas injetados com Noryl GTX (uma blenda de PPO com PA, vencedora do Hall da Fama) e os para-lamas do veículo Ford Kuga, injetados também de Noryl GTX (vencedor da categoria Segurança). Graças ao para-lama vencedor e aos absorvedores de energia feitos de Xenoy (blenda de poliésteres com PC), o Kuga consegue atender ao padrão EEVC (de European Enhanced Vehicle Safety Committee, ou Comitê Europeu para o Aumento da Segurança de Veículos), que se atém à proteção dos pedestres do Velho Continente.

    A iluminação com LEDs (diodos emissores de luz) da soleira do Ford Mustang LED, moldados com Lexan (PC) e Cycolac (ABS), levou o prêmio da categoria Desempenho/Personalização. As resinas foram utilizadas na criação das primeiras placas de soleira iluminadas e personalizadas do setor, com uma diminuição potencial de custos de até 50% em relação a projetos convencionais.

    Já na categoria Exteriores, venceu o aerofólio integrado à porta traseira do Cadillac CTS, feito de Cycoloy HMD. A aplicação permitiu a integração de três componentes em uma única peça com superfície Classe A, além da redução de até 40% do peso. O aerofólio da porta traseira é a maior peça a empregar a resina da Sabic Innovative Plastics, até o momento.

     

    Leia a reportagem principal:

    Saiba mais:



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *