Máquinas e Equipamentos

9 de agosto de 2014

Notícias: Internet facilita a venda de instrumentos de medição

Mais artigos por »
Publicado por: Marcelo Fairbanks
+(reset)-
Compartilhe esta página
    Plástico Moderno, Registrador de temperatura para vários pontos de leitura

    Registrador de temperatura para vários pontos de leitura

    Usuários de instrumentos de medição e controle de processos em vários setores da atividade econômica contam, desde dezembro, com a venda direta dos produtos da Omega Engineering no Brasil. A companhia, de origem americana, propõe um modelo de negócios enxuto e ágil, aproveitando ao máximo a internet e os meios de comunicação telefônica, oferecendo acesso a mais de 100 mil produtos, derivados de 4,5 mil famílias diferentes.

    “Não nos posicionamos como um fornecedor de instrumentos de baixo custo”, salientou Antonio J.V. Gomes, gerente-geral da operação no Brasil. “Somos uma referência internacional de alta qualidade, com fornecimentos para universidades e centros de pesquisa, além de indústrias de todos os portes.”

    A Omega começou em 1962, com termopares de alta precisão, e sempre primou por manter um modelo de negócios simplificado, sem grandes estruturas administrativas e comerciais. “A empresa se destacou por fornecer catálogos e manuais de referência técnica completos para seus clientes, contribuindo para a transferência da informação”, disse Gomes. Com o tempo, a empresa ampliou a linha de medição de temperatura e adicionou as linhas de pressão, umidade, acidez, vazão e nível, entre outras grandezas, com os respectivos sistemas de aquisição de dados (data loggers).

    Plástico Moderno, Gomes: site permite selecionar e comprar instrumento adequado

    Gomes: site permite selecionar e comprar instrumento adequado

    Com o advento da internet, tornou-se mais prático colocar toda a literatura na rede e aproveitar a tecnologia da informação para fazer negócios. No caso do Brasil, a unidade local, instalada em Campinas-SP, possui um estoque dos principais itens da linha de temperatura, com uma equipe de engenheiros que dá suporte técnico aos clientes. O sistema tem por base o site br.omega.com, pelo qual os interessados podem comprar diretamente os diversos itens. Caso tenham dúvidas, elas podem ser esclarecidas on line (chat), por e-mail ou pelo telefone, usando o serviço 0800, meios para entrar em contato com os especialistas da empresa.

    “Já percebemos uma diferença cultural: o cliente brasileiro coloca menos pedidos no site do que os americanos e também usa mais o serviço telefônico 0800 e os e-mails do que o chat on line”, comparou Gomes.

    Segundo o gerente-geral, o site é muito fácil de operar e quem sabe exatamente o que precisa pode completar facilmente o pedido, que será despachado imediatamente para qualquer lugar do país, por Sedex, caso esteja disponível no estoque local. “Quando precisamos importar o item dos Estados Unidos, geralmente indicamos um prazo de entrega de duas semanas”, informou.

    A unidade de Campinas foi montada com um kit básico fornecido pela matriz com base na expectativa de vendas ao mercado regional – sua área de trabalho inclui Argentina, Paraguai e Uruguai. O kit inclui um design elementar e o estoque de produtos que, aos poucos, vai sendo adaptado à realidade local. “Achávamos que venderíamos mais termopares, fios e conectores, mas estamos verificando procura maior por transmissores de temperatura, data loggers e medidores de vazão, itens de maior valor”, relatou. No futuro, a filial brasileira terá as demais linhas de produtos e contará com bancadas de calibração. “Queremos ser uma one stop shop para os compradores de instrumentos”, afirmou.

    Nos Estados Unidos, a Omega recebe 1.200 ordens de compra por dia, com valor unitário inferior a US$ 500. “É um perfil bem pulverizado de clientes, geralmente formado por pequenas e médias empresas que exigem agilidade”, comentou.

    Segundo Gomes, a operação brasileira está se preparando para aproveitar oportunidades de negócios, incluindo o atendimento às grandes empresas. “Como estamos configurados hoje, não conseguimos lidar com os pedidos de estatais, por exemplo, que constituem um mercado relevante”, comentou. “O modelo de negócios permite adaptações a situações locais e globais, há um determinado grau de flexibilidade.”

    A Omega Engineering registrou faturamento de US$ 200 milhões em 2013, obtido em dez operações internacionais. Até 2011, os negócios eram muito concentrados nos EUA e no Canadá. Naquele ano, foi comprada pela holding inglesa Spectris, especializada em instrumentos e sistemas para aumentar a produtividade de empresas, com faturamento anual de 1,2 bilhão de libras em 2012.

    Os produtos da Omega são fabricados em três unidades nos Estados Unidos e duas na Inglaterra, além de contar com vários fornecedores globais. Os clientes que se cadastrarem pelo site brasileiro, receberão gratuitamente o manual de referência técnica de temperatura, o primeiro material a ser traduzido para o português, que apresenta os métodos de medição, seus princípios, indicações de uso e de instalação.



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *