Aditivos e Masterbatches

27 de dezembro de 2013

Notícias: Fabricante lança poliamida para multicamadas

Mais artigos por »
Publicado por: Maria Aparecida de Sino Reto
+(reset)-
Compartilhe esta página

    A DSM aposta no potencial da poliamida 6 em filmes do tipo soprados para embalagens flexíveis de alimentos, tanto em monocamadas como nas estruturas coextrudadas, e anuncia o lançamento da resina Akulon XS, com propriedades aprimoradas de cristalização. Segundo a fabricante, essa poliamida possui uma janela de processamento prolongada e oferece novas possibilidades na concepção de multicamadas coextrudadas, bem como em películas monocamadas. Entre as vantagens, destaca melhorias significativas na produção dos seus usuários.

    À medida que aumentam as conscientizações sobre a necessidade de redução do desperdício de alimentos e também sobre a extensão do prazo de validade, a demanda por filmes barreira para embalagens flexíveis para alimentos cresce. Muitos filmes barreira são coextrudados em linhas de filmes de sopro; e estruturas com sete, nove e até onze camadas são agora bastante comuns. Essa tecnologia oferece uma maneira economicamente eficaz para combinar várias funcionalidades, como barreira, capacidade de impressão, impermeabilidade e resistência ao impacto.

    A nova resina chega ao mercado com a proposta de resolver um problema comum dos fabricantes de filmes de barreira produzidos em linhas de máquinas do tipo sopro: a necessidade de misturar PA6 com poliamidas especiais, amorfas ou copolímeros de PA. Como explica a DSM, a nova resina cristaliza de forma muito mais lenta na bolha do filme do que a poliamida 6, igualando-se à taxa de cristalização de outras camadas de material. O resultado é uma bolha mais estável, oferecendo aos processadores mais liberdade para suas condições de processamento.

    De acordo com informações da DSM, porque a Akulon XS também resulta em um filme mais elástico, exige menos força para atingir a mesma blow-up ratio (BUR – relação de expansão); ou a mesma força pode ser usada para produzir uma espuma com uma BUR entre 7% e 10% maior. Além disso, possibilita um filme com menos rugas.

    Segundo a fabricante, os testes em linhas de produção em larga escala têm mostrado que praticamente não há diferença discernível nas propriedades ópticas dos filmes feitos com uma película de poliamida-filme de referência e a Akulon XS, apesar do fato de a cristalização mais lenta criar grandes cristais. As análises evidenciam que todas as propriedades são as mesmas do filme feito com a poliamida 6 padrão.

    A DSM oferece apoio ao transformador para otimizar a estrutura dos projetos de filmes, baseado em seu modelo de cálculo de estrutura, que prevê as propriedades de barreira de diferentes estruturas de filmes, mesmo após o reprocessamento, e permite que os produtores que empregam o processo de extrusão de sopro encontrem a estrutura de camadas e as condições de processamento ideais para o Akulon XS.



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *