Máquinas e Equipamentos

31 de julho de 2007

Moldes – Ferramenteiros adotam padronização e estimulam venda de componentes

Mais artigos por »
Publicado por: Jose Paulo Sant Anna
+(reset)-
Compartilhe esta página

    Fabricantes de peças como lâminas extratoras, buchas, pinos, molas e outros produtos utilizados nos moldes para injeção de plásticos vivem bom momento. De acordo com as empresas do setor, o aquecimento das vendas não é reflexo apenas da atual fase positiva da economia. A expectativa otimista se deve também ao fato de os fabricantes de ferramentas estarem se conscientizando dos benefícios proporcionados pela utilização de itens padronizados. Ainda na opinião de os fornecedores, o mercado descobriu que a prática reduz custos e torna mais ágil a execução dos projetos.

    Os fabricantes dessas peças atendem três diferentes nichos de mercado: os de porta-moldes; de moldes novos, feitos com placas usinadas pelos próprios fabricantes das ferramentas; e os de reposição. Os clientes atendidos são extremamente pulverizados. Para se ter uma idéia de segmentação, apesar de não existirem estatísticas oficiais, se estima que o número de ferramentarias no Brasil esteja entre dois e três mil, computando-se as unidades presentes em transformadores de plástico que atuam de maneira vertical. A grande maioria dessas empresas é de pequeno e médio porte.

    Também faltam dados confiáveis, mas se acredita que entre 50% e 70% das ferramentas novas produzidas no Brasil surjam com a aquisição de porta-moldes. Como os porta-moldes são comercializados com todos os itens incluídos, não é de se estranhar que alguns dos seus fabricantes tenham se transformado em nomes de destaque entre os produtores de componentes. Outros fornecedores de porta-moldes, no entanto, preferem terceirizar a operação e se tornam bons clientes das empresas especializadas.

    As vendas de padronizados também acontecem de forma expressiva entre as ferramentarias que não adquirem porta-moldes. Fabricar as placas internamente pode ser operação compensadora em determinados casos para os produtores de matrizes. Mas o raciocínio é outro quando o assunto é a verticalização da produção de pinos, de buchas e extratores, entre outros itens.

    Esses componentes são produzidos em operações complexas. Eles apresentam tolerâncias dimensionais muito rígidas, exigem a aquisição de materiais especiais e a contratação de empresas de tratamentos térmicos. Por isso, a aquisição de peças padronizadas fornecidas por empresas especializadas na maioria das vezes apresenta custos mais atraentes para os ferramenteiros.

    A opinião dos transformadores, os usuários finais dos moldes, pesa muito. Entre eles, a padronização é muito bem-vista. Ela permite ajustes rápidos dos componentes com o molde na máquina de injeção. Também ajuda quando surgem problemas de manutenção – caso, por exemplo, da quebra de pinos extratores, fato corriqueiro nas linhas de produção. Nesse caso, encontrar peças com medidas dentro das normas permite reposição fácil e reparo rápido.

    Serviço completo – Os fabricantes de porta-moldes, por dever de ofício, são grandes usuários de componentes padronizados. O fato fez com que algumas dessas empresas investissem na verticalização e se especializassem também no fornecimento das mais variadas peças para as ferramentarias.

    Um exemplo é o da Polimold, líder brasileira no mercado de porta-moldes e uma das principais fornecedoras de diversos itens para ferramentas de injeção. A empresa, com 380 colaboradores e equipada com mais de cinqüenta máquinas CNC, processa em média 350 toneladas de aço por mês. Ao todo oferece 600 mil combinações de porta-moldes com duas placas e mais de 300 mil com três placas e exporta boa parte de sua produção para países da Europa, Ásia e América Latina.

    “No campo dos componentes, nós oferecemos desde itens básicos, como buchas, colunas e pinos extratores, até o que chamamos de componentes de engenharia, que são mais sofisticados”, informa Cleber Jesus Silva, gerente de desenvolvimento e marketing da empresa. O executivo lembra que a procura por esses produtos tem sido crescente nos últimos anos. “O uso de peças padronizadas traz uma série de vantagens, torna a concepção das ferramentas mais fácil e permite reduzir o tempo de fabricação de um molde entre 30% e 40%, além de reduzir o custo global e simplificar a substituição dos elementos”, diz.

    Entre os produtos oferecidos pela empresa, Silva destaca os chamados itens de engenharia, indicados para funções como facilitar a adoção da geometria da peça moldada, melhorar os processos de extração e refrigeração, além de dispositivos indicados para aprimorar o desempenho mecânico do molde, o alinhamento das placas e uma série de outras funções.

    Plástico Moderno, Moldes - Ferramenteiros adotam padronização e estimulam venda de componentes

    Produtos oferecidos pela Polimold

    O gerente aponta, por exemplo, produtos como gavetas, suportes de deslizamento, pinças planas, aceleradores de refrigeração, distribuidores telescópicos, postiços, datadores, contadores de ciclos e válvulas de ar.

    Outra tradicional participante do mercado de porta-moldes, a MDL-Danly, empresa de origem norte-americana hoje controlada por investidores brasileiros, nasceu como fabricante de bases para estampos há 35 anos. Há 18 entrou no ramo de ferramentas pré-fabricadas.

    A empresa possui três fábricas no Brasil. A localizada no município de São Paulo conta com equipamentos de usinagem de grandes proporções, voltados para a produção de moldes de grandes dimensões, uma de suas especialidades.

    A planta localizada em Mairinque-SP é dirigida para a produção das estruturas dos porta-moldes que comercializa. A terceira planta, situada em Sorocaba-SP, conta com 250 funcionários e é voltada unicamente para a produção de componentes, como buchas, pinos e vários outros itens.


    Página 1 de 212

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *