Feiras e Eventos

12 de setembro de 2010

K 2010

Mais artigos por »
Publicado por: Marcio Azevedo
+(reset)-
Compartilhe esta página

    Mais uma vez, a indústria do plástico se anima para sua reunião trienal na Dusseldórfia, na Alemanha, para trocar informações e experiências acumuladas nos últimos três anos. Dessa vez, a maior feira comercial do plástico também servirá como bom termômetro para se saber como andam os competidores desse mercado após a crise financeira mundial que abalou diretamente seus negócios entre 2008 e 2010. A julgar pelos números da exposição, o setor parece estar em franca recuperação: mais de 3 mil expositores se propuseram a participar da feira, e os 19 pavilhões do centro de exposições da Messe Düsseldorf foram ocupados, e 60% do espaço disponível foi loteado entre companhias de fora da Alemanha. Produtores de maquinário e equipamentos, tradicionalmente o maior grupo do evento, estarão nos halls 1 a 4 e 9 a 17 – dois terços da área total. Fornecedores de matérias-primas, produtos semiacabados e peças técnicas exibem nos pavilhões 5 a 8a. O hall 8b é reservado para a interface entre zonas temáticas, e abrigará, entre outras, a exposição conjunta da China, sempre uma atração para o público visitante, e para os próprios expositores concorrentes.

    Se você intenciona visitar a feira, prepare-se, pois não há tempo e disposição física que bastem para se conhecer tudo o que há para ver na K. A consulta ao site oficial do evento, www.k-online.de, é um ótimo começo para o planejamento da visitação.It’s K time!

     

    —– P r é v i a d a f e i r a —–

    Plástico Moderno, Mercado de moldes - Vendas aquecidas fortalecem indústria nacional contra ÁsiaArburg

    Em meio a diversas atrações, a companhia reserva espaço para dois lançamentos mundiais. O novo Selogica Assistant, evolução do sistema de controle já tradicional da companhia, tem tanta importância na exposição desse ano que receberá um espaço reservado no estande apenas para ele. Isso porque o programa agora não apenas é capaz de realizar programações para a injetora, mas pode controlar sistemas completos de produção, equipamentos periféricos associados e sistemas robóticos com até seis eixos. A praticidade do novo controlador é tamanha que a Arburg afirma que são necessários apenas cinco passos lógicos para a programação de um ciclo completo de produção.

    O outro grande ponto focal da Arburg na K, também um lançamento mundial, é a criação da injetora híbrida de alto desempenho Hidrive com força de fechamento de 5 mil kN, seguindo a tendência iniciada com a adição de modelos de maior tamanho à família Allrounder. A expansão da ponta superior da linha Hidrive objetiva oferecer aos consumidores um equipamento poderoso e sofisticado, mas eficiente em custos e gasto de energia, para aplicações de ciclos rápidos e movimentos de grande precisão, mesmo em faixas de força de fechamento mais altas. Na feira, a debutante funcionará em combinação com uma unidade de injeção e acumuladores hidráulicos, em combinação ao fechamento servoacionado, produzindo peças técnicas para o setor de embalagens. Hall 13 A13

    Bayer

    A especialista em ciência dos materiais preparou uma exposição focada em soluções para os desafios ambientais do século XXI, como a escassez de fontes de energia, as mudanças climáticas, o aumento da população mundial e sua crescente urbanização.

    No estande com área de 1.000 m2, os visitantes poderão conhecer diversos materiais que podem contribuir para a mitigação das questões acima. Os poliuretanos têm importante papel no isolamento térmico de edificações, que respondem por 30% das emissões globais de gases de efeito estufa e por 40% da demanda mundial por energia. Os PUs também podem ajudar veículos, que emitem 14% de todo o volume de gases de efeito estufa, a terem seu peso diminuído em até 30%, pelo emprego de compósitos de baixo peso em substituição a metais. O policarbonato também tem uma contribuição aqui, ao substituir o vidro em janelas automotivas. O PC ainda pode contribuir com o meio ambiente em diodos emissores de luz (LEDs), cuja eficiência na produção de luz é de 80%, em comparação aos 3% das lâmpadas de filamento incandescente convencionais. Produtos da Bayer também são utilizados na produção de energia eólica. As lâminas das hélices podem usar adesivos baseados feitos de PU no lugar de epóxi, e nanotubos podem ser incorporados a resinas epóxi para tornar as hélices mais leves. Hall 06 A75

    Plástico Moderno, Mercado de moldes - Vendas aquecidas fortalecem indústria nacional contra ÁsiaBeck Automation

    No estande da Beck, os visitantes verão, pela primeira vez, um copo de parede fina moldado com PS de alta transparência, no qual é possível visualizar a decoração tanto pelo lado de dentro como pelo lado de fora. Essa especialista em in mould labeling (IML) afirma ter cravado uma marca inédita ao atingir a produção de quatro copos por ciclo em apenas 3 s. Cada copo possui paredes com espessura de 0,5 mm e peso de 10,25 g. Hall 10 E76

    Plástico Moderno, Mercado de moldes - Vendas aquecidas fortalecem indústria nacional contra ÁsiaBillion

    A fornecedora de injetoras e sistemas para aplicação em injeção criou, em parceria com a Motzener, um processo de moldagem multicomponente para a fabricação de uma membrana resistente a ozônio, feita de borracha e termoplástico, para uso em ferramentas a gás. Durante a feira, a peça será produzida em uma injetora elétrica Select H150/260-150T, em um único processo com ciclo de cerca de 60 s, diferentemente dos processadores de plásticos que, em sua maioria, ainda utilizam uma máquina para a produção do corpo em termoplástico e outra para a sobremoldagem e vulcanização do elastômero. Hall 15 B24


    Página 1 de 812345...Última »

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *