Feiras e Eventos

22 de abril de 2010

Feira da mecânica – Inovações e certeza de bons negócios devem atrair mais de cem mil à mecânica

Mais artigos por »
Publicado por: Rose de Moraes
+(reset)-
Compartilhe esta página

    A 28ª Feira Internacional da Mecânica promete trazer novo alento aos negócios em vários setores da produção industrial brasileira e da América Latina em 2010. De 11 a 15 de maio, o pavilhão de exposições do parque Anhembi, em São Paulo, receberá cerca de dois mil expositores e aproximadamente cem mil profissionais e empresários visitantes, procedentes de mais de 40 países.

    A presença maciça de expositores instalados nos 78 mil m2 reservados pela Reed Exhibitions Alcantara Machado e o contingente de público esperado nos cinco dias de feira por si só indicam a grandeza desse megaevento que representa a maior vitrine bienal de inovações tecnológicas para os diversos setores envolvidos. Neste ano, contudo, as perspectivas são ainda mais favoráveis aos negócios porque será possível contar com um forte aliado, representado pelos incentivos à compra de máquinas e equipamentos oferecidos pela linha de crédito Finame-PSI (Programa de Sustentação do Investimento), do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES). Prorrogada até dezembro (e não mais até julho, conforme previsto anteriormente), a linha Finame-PSI irá disponibilizar novos recursos no valor de R$ 80 bilhões. O único porém se refere às taxas de juros que serão praticadas a partir de julho, um pouco mais altas, e que passarão de 4,5% para 5,5% fixos ao ano, acréscimo considerado nada comprometedor aos investimentos esperados.

    O previsível sucesso de negócios e público da Mecânica em 2010 é também confirmado por pesquisas. Uma delas, contratada pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, revela diversidade no perfil dos visitantes da feira, observado em edições anteriores. De acordo com essa pesquisa, 66% dos visitantes da Mecânica representam as indústrias de máquinas, equipamentos e ferramentas, 9% procedem do comércio, 8% representam empresas de engenharia e 17%, outros setores da economia.

    A capacidade da Mecânica de gerar novos negócios também está presente nas intenções dos profissionais que visitam a feira. Do total de visitantes ouvidos pela última pesquisa, 39% visitaram a feira em busca de novas tendências, 31% foram atrás de novos produtos, 11% acorreram ao evento em busca de novos fornecedores e 9% foram estreitar contatos com seus parceiros e fornecedores.

    A cada edição, a internacionalidade da feira também se torna patente. A última pesquisa revelou que a maior parte dos visitantes estrangeiros (49,94%) era procedente de países da América do Sul, mas grandes contingentes também tiveram por origem países europeus (19,83%), da América do Norte (13,26%) e da Ásia (12,27%).

    O interesse na Mecânica ao longo dos anos também tem se revelado multifocal. A feira reúne desde visitantes em busca de novidades nas áreas de automação e controle de processos (21,49%), máquinas-ferramenta (16,85%), máquinas e equipamentos diversos (14,27%), ferramentas e dispositivos (11,77%), equipamentos para soldas e tratamento de superfícies (8,65%), máquinas e equipamentos para plásticos (5,18%), motores, acoplamentos, redutores e engrenagens (5,17%) e válvulas, bombas e compressores (4,79%), entre outros.

    O aperfeiçoamento profissional será outro ponto forte da Mecânica 2010. A feira deste ano prevê a realização de simpósio internacional. Agendado para o período de 12 a 14 de maio, esse simpósio será levado ao Holiday Inn Parque Anhembi e estará voltado aos profissionais dos vários setores industriais envolvidos na feira, como robótica, manutenção, controle de qualidade, compras, produção, administração, entre outras.

    A programação terá início às 9 horas do dia 12 de maio (quarta-feira), com a exposição de várias abordagens pertinentes à economia, finanças e negócios, iniciando-se com a apresentação do tema “A retomada da economia mundial e os desafios da indústria nacional”, seguido de “Cenários – Tecnologia e Inovação” (10 horas), “Como preparar empresas para competir no cenário internacional” (11h30), “Fusão e aquisição de empresas no setor industrial” (14 horas) e “Empresas empreendedoras” (15 horas). O segundo dia de seminário, dedicado à área de gestão empresarial, levará ao público inscrito palestras abordando “Sistema Nacional de Inovação” (9 horas), “Gestão da inovação/pessoas e tecnologias” (10 horas), “Sustentabilidade de ponta a ponta” (11h30), “Caso prático de inovação” (14 horas) e “Design como diferencial competitivo (15 horas). No terceiro e último dia de seminário, os inscritos poderão conferir palestras versando sobre temas específicos, a começar por Automação (9 horas), Robótica (10 horas), Usinagem (11h30), Sistemas de segurança em processos de solda (14 horas) e Novos materiais (15 horas).

    A seguir acompanhe algumas participações de destaque na Mecânica e seus produtos inovadores, apresentados de acordo com informações colhidas pela redação de Plástico Moderno entre os expositores.

    Plástico Moderno, Feira da mecânica - Inovações e certeza de bons negócios devem atrair mais de cem mil à mecânica

    Trocadores de calor para as mais diversas aplicações

    APEMA

    Trocadores de calor para as mais diversas aplicações poderão ser conferidos nesse estande. Entre os modelos estão unidades das linhas TST, FP (placas desmontáveis), K (placas brasadas), RAT e RHF (do tipo radiador para aquecimento e resfriamento de ar ou água), e também hydro coolers, sistemas considerados mais avançados para resfriamento de águas industriais, tendo em vista o menor consumo de água, e after coolers para ar comprimido, resfriados a água (linha RP) e a ar (linha AKG).


    Página 1 de 3123

    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *