Embalagens

16 de julho de 2017

Embalagem: Sopro reduz peso dos frascos

Mais artigos por »
Publicado por: Jose Paulo Sant Anna
+(reset)-
Compartilhe esta página
    Plástico Moderno, Bimatic: paredes finas exigem pré-formas de qualidade elevada

    Bimatic: paredes finas exigem pré-formas de qualidade elevada

    Os fabricantes de sopradoras vivem situação similar às das injetoras. Eles também precisam estar atentos à tendência da redução de peso das embalagens, adaptando seus equipamentos às necessidades do mercado. “A demanda dos clientes nos traz desafios. Ao falarmos em peso baixo, somos obrigados a pensar na repetibilidade do processo de forma a garantir que os frascos sejam produzidos com a menor variação possível de peso”, explica Newton Zanetti, diretor comercial da fabricante nacional Pavan Zanetti. O dirigente aponta outro problema, a precisão necessária para a distribuição equânime da parede das embalagens. “Caso haja algum desequilíbrio, se um lado da paredes se afinar, o frasco mais leve não suporta os esforços aos quais será solicitado”.

    Plástico Moderno, Zanetti e a Bimatic: paredes finas exigem pré-formas de qualidade elevada

    Zanetti e a Bimatic: paredes finas exigem pré-formas de qualidade elevada

    A empresa não conta com modelos especiais para esse fim, mas adapta algumas configurações para que os resultados sejam satisfatórios. “Nós as equipamos com controles mais precisos do que os instalados em modelos convencionais. Também produzimos cabeçotes mais elaborados, tarefa mais complicada quando se fala em múltiplas cavidades”. No caso particular dos equipamentos para transformar o PET, no qual a indústria tem conseguido resultados mais promissores de redução de peso, um fator preocupa. “Precisamos de pré-formas de alta qualidade na distribuição das paredes e homogeneidade na injeção da resina”.

    Além dessa redução no peso da embalagem, outra preocupação tem sido a da busca pelo menor consumo energético por unidade produzida. Esse aspecto se resolve substituindo nas máquinas os conjuntos de acionamentos hidráulicos por elétricos. Atenta a essa necessidade, presente não só nesse nicho de atuação, a Pavan Zanetti lançou modelos da linha Bimatic com funcionamento híbrido. Eles são equipados com motores ou servomotores e têm versões para volumes de 5 e 20 litros. “A tendência é chegar ao modelo ‘full electric’, mas sempre com a preocupação de oferecer o melhor preço”.



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *