Chapas e Perfis

27 de abril de 2015

Coextrusão: Tecnologia italiana para fazer filmes planos

Mais artigos por »
Publicado por: Jose Paulo Sant Anna
+(reset)-
Compartilhe esta página
    Plástico Moderno, Sistema produz chapas pastilhadas

    Sistema produz chapas pastilhadas

    Plástico Moderno, Membranas podem ter até 3 camadas

    Membranas podem ter até 3 camadas

    A Amut-Wortex, fruto da parceria da empresa brasileira Wortex com a italiana Amut, tem interesse de comercializar no Brasil linhas de produção completas de membranas impermeáveis e chapas pastilhadas, produtos voltados para a impermeabilização e usados no exterior pelo segmento da construção civil. A ideia é mostrar aos clientes as vantagens das peças plásticas sobre as soluções mais adotadas hoje no mercado nacional para essa aplicação, baseadas no uso do betume.

    “As membranas estão se tornando cada vez mais populares em outros países em construções de edifícios, sistemas de forros, túneis, barreiras à prova de água ou diques. Por aqui, o uso do plástico ainda é muito incipiente”, afirma Angelo Milani, gerente comercial. As membranas podem ser fabricadas em até três camadas, a partir da combinação de F/PVC, TPO, TPE e outros materiais. “Oferecemos a linha completa de equipamentos necessários para a produção, que inclui as extrusoras e demais componentes. Os projetos são dimensionados de acordo com a necessidade dos clientes e damos total assistência para ajudá-los a colocar as linhas em regime de trabalho”, informa.

    Plástico Moderno, Milani: ideia é fornecer aos clientes sistemas completos

    Milani: ideia é fornecer aos clientes sistemas completos

    As chapas pastilhadas, normalmente feita em HDPE, são amplamente utilizadas para proteger e prover drenagem para paredes subterrâneas. “São as soluções mais modernas para a proteção adequada e ventilação da manta impermeável entre as fundações de cimento e o solo. Versáteis, são muito úteis na construção de edifícios em zonas onde a umidade é particularmente alta”, explica o gerente. Para produzir as chapas, as linhas contam, além da extrusora, com sistema de alimentação, dosador, troca-telas e outros itens.



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *