Feiras e Eventos

12 de janeiro de 2012

ABRE – Um ano para fazer diferente

Mais artigos por »
Publicado por: Plastico Moderno
+(reset)-
Compartilhe esta página

    2012 começa com boas perspectivas para o Brasil e também para o setor de embalagens, que deverá, segundo o Estudo Macroeconômico da Embalagem Abre/FGV, obter receita líquida na ordem de R$ 45,6 bilhões, superando os R$ 41,1 bilhões gerados em 2010, e em relação ao volume de produção a previsão é de um crescimento de 1%.

    Como gerador de empregos, o setor, entre junho de 2010 e junho de 2011, observou um aumento de 8.262 postos de trabalho, contra um aumento de 14.943 vagas entre junho de 2009 e junho de 2010.

    Porém, para que possamos continuar a crescer, é preciso fazer diferente, olhar as relações entre a indústria, seus fornecedores e clientes de uma nova maneira, o que possibilitará enxergar algo novo e, mediante essa visão, trabalhar

    * Maurício Groke é presidente da Associação Brasileira de Embalagem (Abre)

    para realizar aquilo que é inusitado, distinto e inovador.

    Esse não deixa de ser um dos papéis da Associação Brasileira de Embalagem. Ao promover, por meio de seus encontros, reuniões e eventos, a troca de informações, a Abre possibilita também que se olhe de uma maneira diferente para determinado tema ou assunto, incentivando o debate de ideias e, mais do que isso, permitindo o desenvolvimento de todos os elos da cadeia produtiva de embalagem.

    É um trabalho incessante, mas que vem apresentando bons resultados, como a assinatura do Pacto Setorial entre a Abre e o Ministério do Meio Ambiente, que visa a promover o emprego da simbologia técnica de descarte seletivo em embalagens e de identificação de materiais.

    O Pacto é baseado na Cartilha de Diretrizes de Rotulagem Ambiental, desenvolvida pelo Comitê de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Abre, que traz as definições sobre as diferentes modalidades de rotulagem ambiental, a definição da simbologia técnica e as formas de emprego de cada uma no rótulo das embalagens.

    Esse é um importante passo na condução da indústria em prol da sustentabilidade. Assim como será importante o Congresso Brasileiro de Embalagem Abre 2012, principal evento do setor de embalagens que terá como tema “Co-creative packaging: o desafio de inovar com o consumidor”.

    Mas não é só isso, repensando sobre si mesma, a Abre discutiu com seus conselheiros e associados os pilares que nortearão suas atividades nos próximos anos, buscando estar sempre em sintonia com o desenvolvimento do mercado. Esse trabalho possibilitou o alinhamento da plataforma de valor da entidade perante o mercado.

    O resultado foi Integrar, Informar, Representar e Fazer Parte. Quatro palavras que embasarão todas as atividades da Abre, mostrando o rejuvenescimento desta tradicional entidade com 44 anos de atuação, possibilitando um moderno processo de revisão de seu papel diante do seu setor de atuação, representando o setor de embalagens tanto no cenário nacional como no internacional.

    Bom trabalho a todos!



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *